Angola

Angola: UNITA desmente tentativa de destituição do líder

Adalberto Costa Júnior

O secretário-geral da UNITA, Álvaro Chikuamanga Daniel, afirmou que existem especulações nas informações, postas a circular nas redes sociais, sobre um grupo de militantes que estaria a ser ouvido pelo Conselho Nacional de Jurisdição do partido por suposta tentativa de destituição do presidente do mesmo, Adalberto Costa Júnior. 

Ainda segundo essas informações, publicadas há dias, um grupo de militantes estaria então a planear estratégias para a destituição do líder da maior formação política na oposição em Angola. O grupo terá sido descoberto e foi instaurado um processo em que os principais visados são, supostamente, Eusébio Manuel Neves e Domingos Yofina. 

No âmbito do mesmo processo, terá sido igualmente arrolado o secretário para as Relações Exteriores da UNITA, Rafael Massanga Savimbi, filho do fundador do partido, Jonas Savimbi. A audição, pelo Conselho Nacional de Jurisdição, estaria alegadamente marcada para esta quarta-feira, 21 de outubro. 

Também de acordo com Álvaro Chikuamanga Daniel, é normal, em qualquer organização, a instauração de processos disciplinares quando há indícios de violação de normas. Como tal, admitiu a existência de processos contra alguns militantes da UNITA, mas por actos de indisciplina e não por tentativa de destituição do presidente. 

“Na UNITA não existe a possibilidade de afastamento do presidente sem que os órgãos para o efeito reúnam. Com exceção de casos de traição à Pátria ou ao partido, não há como destituir o presidente”, esclareceu.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo