Angola: UNITA e PRS acusam MPLA de preparar eleições fraudulentas

A UNITA e o PRS, ambos partidos da oposição em Angola, afirmaram que o MPLA, formação política no poder, está a preparar eleições fraudulentas. No entanto, a mesma opinião não é partilhada pela CASA-CE, também da oposição.

Estas são reações à conclusão do Centro Africano de Estudos Estratégicos (ACSS, na sigla inglesa), sediado em Washington, de que as próximas eleições em Angola vão ser “provavelmente pouco mais do que uma formalidade” para manter o MPLA no poder e que, para isso, haverá “criação de obstáculos burocráticos adicionais para a oposição”. A conclusão foi divulgada pelo “VOA”.

Segundo o secretário-geral da UNITA, Álvaro Chicuamanga, o cenário que está a ser criado pelo MPLA confirma as constatações do ACSS. A seu ver, Angola já está situada na lógica das “chamadas autocracias” que se veem um pouco pelo mundo.

Chicuamanga considera que “a forma lenta e desorganizada como o registo eleitoral oficioso está a decorrer suscita a primeira desconfiança”.

O secretário-geral do PRS, Rui Malopa, declarou que o controlo da comunicação social, dos tribunais e do órgão que superintende as eleições indica que os resultados do sufrágio de 2022 não serão diferentes dos anteriores.

Já o líder da CASA-CE, Manuel Fernandes, questionou as observações do Centro Africano de Estudos Estratégicos. Mas reconheceu que, por imposição legal, a oposição não controla os seus representantes na Comissão Nacional Eleitoral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

O Presidente russo, Vladimir Putin, apelou ao Exército ucraniano para que retirasse o apoio ao Governo ucraniano, o que significa…
Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba, confirmou os relatos de ataques e bombardeamentos a creches e orfanatos…
Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

As autoridades russas detiveram mais de 1.800 manifestantes que se opuseram à invasão à Ucrânia.  “Nós estamos preocupados com as…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin