Angola: UNITA marcha neste sábado pela liberdade

A UNITA convocou no início do mês uma marcha pela liberdade para este sábado, 24 de setembro. O evento foi anunciado como a continuidade da luta pela criação de um Estado de Direito Democrático em Angola e na sequência da divulgação dos resultados finais das eleições gerais de 24 de agosto, contestados pelo maior partido da oposição no país.

Segundo o “Novo Jornal”, as restantes formações políticas da oposição que concorreram às eleições não vão fazer parte dessa chamada marcha. O evento vai decorrer no Largo de Santa Ana e termina no Largo das Escolas, em Luanda.

O líder do PRS, Benedito Daniel, confirmou que os seus apoiantes não vão participar na marcha que a UNITA convocou. “Depois das eleições de 24 de agosto, a direção do partido e os militantes estão numa reflexão tendo em vista os resultados que o partido conseguiu. Não vamos participar nesta marcha da UNITA”, justificou.

Também o secretário provincial de Luanda da FNLA, Xavier Bunga, disse que o seu partido não vai participar. “Não conhecemos os objetivos desta marcha. E também não há nenhuma orientação da direção do partido para aderirmos à marcha”, partilhou.

O mesmo acontece com o P-NJANGO, tendo o dirigente Dinho Chingunji partilhado que os militantes, simpatizantes e amigos da organização que representa não estarão presentes na marcha convocada pela UNITA. 

Por sua vez, uma fonte da direção do PHA manifestou a indisponibilidade dos seus militantes para se unirem à UNITA no sábado. 

O presidente da APN, Quintino de Moreira, respondeu igualmente que o partido não vai estar na marcha, porque tem “muita coisa para fazer depois das eleições”. Esta organização política foi extinta devido ao sufrágio, tendo o Tribunal Constitucional decidido pelo facto de a mesma não ter atingido 0,5% de votos. 

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Moçambique: FMI prevê elevado crescimento do crédito à economia

Moçambique: FMI prevê elevado crescimento do crédito à economia

O Fundo Monetário Internacional (FMI) estima um crescimento considerável do crédito à economia em 2023 para Moçambique.  Se isso se…
Angola: Governo entrega proposta do OGE 2023 até 15 de dezembro

Angola: Governo entrega proposta do OGE 2023 até 15 de dezembro

O Governo angolano assegurou nesta quinta-feira, 24 de novembro, que vai entregar a proposta do Orçamento Geral do Estado (OGE)…
Cabo Verde regista três casos da sub-linhagem da variante Ómicron “BQ.1.1”

Cabo Verde regista três casos da sub-linhagem da variante Ómicron “BQ.1.1”

Segundo a Ministra da Saúde de Cabo Verde, Filomena Gonçalves, desde o início de novembro houve um pequeno aumento dos…
Portugal reconhece qualificações académicas de 100 refugiados ucranianos

Portugal reconhece qualificações académicas de 100 refugiados ucranianos

A Direção-Geral do Ensino Superior (DGES) de Portugal já reconheceu as qualificações académicas de cerca de 100 cidadãos ucranianos desde…