Angola: UNITA quer que Governo resolva situação dos médicos desempregados

O grupo parlamentar da União Nacional para a Independência Total de Angola (UNITA) exige que o Governo tome medidas, “com a devida urgência e sensibilidade humana”, contra as dificuldades pelas quais passam mais de 2.500 médicos angolanos que se encontram desempregados.

De acordo com o líder do grupo parlamentar do maior partido da oposição no país, Liberty Chiyaka, a formação política tem acompanhado “com preocupação” as manifestações dos médicos angolanos acerca da situação dos mesmos.

Em causa está a reclamação dos profissionais de saúde, que é apoiada pelo Sindicato Nacional de Médicos de Angola e menciona a situação de mais de 2.500 médicos nacionais no desemprego.

O dirigente defendeu que a justificação do Governo angolano para a contratação dos médicos cubanos, nos últimos dias, em detrimento de funcionários nacionais, “não convence nenhum angolano”, e criticou aquilo que disse ser a “perspetiva casuística” da gestão da coisa pública que o Executivo tem feito.

Os gastos na contratação de médicos especialistas cubanos para assistência médica em Angola correspondem a mais de 70 milhões de dólares (62 milhões de euros), tendo esse valor sido autorizado por despacho presidencial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: Maleiane ocupa cargo de primeiro-ministro

Moçambique: Maleiane ocupa cargo de primeiro-ministro

O chefe de Estado moçambicano, Filipe Nyusi, confere posse a Adriano Maleiane nesta sexta-feira, 04 de março. O ex-ministro da…
Putin aconselha países vizinhos a não agravarem situação de guerra

Putin aconselha países vizinhos a não agravarem situação de guerra

O Presidente russo recomenda aos países vizinhos da Rússia que “não agravem a situação, não imponham limitações”. Vladimir Putin diz…
Liga dos Bombeiros Portugueses envia ambulâncias para a Ucrânia

Liga dos Bombeiros Portugueses envia ambulâncias para a Ucrânia

A Liga dos Bombeiros Portugueses anunciou nesta sexta-feira, 04 de março, que vai enviar na segunda-feira para a Ucrânia oito…
Primeiro-ministro português efectua visita de 48 horas à Guiné-Bissau

Primeiro-ministro português efectua visita de 48 horas à Guiné-Bissau

A Guiné-Bissau recebe este sábado 05 Março a visita primeiro-ministro português, António Costa, que permanecerá no país 48 horas. Segundo…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin