Angola: UNITA sugere lei de incompatibilidades no exercício de cargos

O presidente do grupo parlamentar da UNITA, Liberty Chiyaka, informou que o referido grupo vai remeter brevemente à Assembleia Nacional de Angola um Projeto de Lei sobre as incompatibilidades no exercício de cargos públicos. 

A informação foi avançada pelo dirigente nesta quinta-feira, 13 de janeiro, em conferência de imprensa. Segundo Chiyaka, o objetivo é “contribuir para a despartidarização da administração pública”

O político disse também que o maior partido da oposição no país vai propor um debate sobre a contratação pública na boa governação e combate à corrupção. O grupo parlamentar elaborou, igualmente, dois Projetos-de-Lei sobre o direito à liberdade de reunião e de manifestação e outro sobre o exercício do direito à oposição democrática. 

A mesma fonte considera o exercício do direito à oposição democrática fundamental para a democracia, “pois vai obrigar a comunicação social a ser mais plural e objetiva”

O grupo parlamentar da UNITA vai ainda remeter à Assembleia Nacional um Projeto de Lei de alteração à lei do Orçamento Geral do Estado (OGE). O objetivo desta iniciativa legislativa é fazer um ajuste dos prazos para apresentação da Conta Geral do Estado, dos relatórios de execução trimestrais e na metodologia de relacionamento entre o Executivo e as organizações da sociedade civil no momento da elaboração do OGE.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

O Presidente russo, Vladimir Putin, apelou ao Exército ucraniano para que retirasse o apoio ao Governo ucraniano, o que significa…
Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba, confirmou os relatos de ataques e bombardeamentos a creches e orfanatos…
Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

As autoridades russas detiveram mais de 1.800 manifestantes que se opuseram à invasão à Ucrânia.  “Nós estamos preocupados com as…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin