Angola: “Zenu” dos Santos volta a ser julgado para alegações finais

Reiniciou nesta terça-feira, 23 de junho, o julgamento do conhecido caso “500 milhões”, que envolve o antigo presidente do Fundo Soberano de Angola, “Zenu” dos Santos.

De acordo com um despacho assinado pelo juiz que preside ao coletivo, João Pitra, foi retomado o julgamento com as alegações das partes, entre as quais, além do filho do antigo Presidente da República de Angola, José Eduardo dos Santos, o ex-governador do Banco Nacional de Angola (BNA), Valter Filipe, o diretor do departamento de gestão de reservas da instituição, António Bule Manuel, e o empresário Jorge Gaudens Sebastião.

Inicialmente, estas alegações finais sobre a suposta transferência indevida de 500 milhões de dólares (442 milhões de euros) do BNA para o exterior do país estavam marcadas para 25 de março. No entanto, o tribunal adiou a sessão, sem data, devido às medidas de contingência adotadas entretanto para conter a propagação da Covid-19.

A última sessão do julgamento, começado a 09 de dezembro de 2019, decorreu a 10 de março, sendo os arguidos Valter Filipe e António Bule Manuel acusados dos crimes de peculato, burla por defraudação e branqueamento de capitais.

Já José Filomeno “Zenu” dos Santos e Jorge Gaudens Sebastião são acusados dos crimes de tráfico de influência, branqueamento de capitais e burla por defraudação.

O caso deve-se ao ano de 2017, altura em que Jorge Gaudens Pontes Sebastião apresentou ao filho do ex-chefe de Estado uma proposta para o financiamento de projetos estratégicos para o país, que este encaminhou para o Executivo, por não fazer parte do pelouro do Fundo Soberano de Angola. O objetivo era constituir um Fundo de Investimento Estratégico que captaria para o país 35.000 milhões de dólares (30 mil milhões de euros).

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Brasil: como o mundo virtual está a mobilizar divergências políticas no país

Brasil: como o mundo virtual está a mobilizar divergências políticas no país

As redes sociais têm sido o ambiente preferido dos apoiantes de Jair Bolsonaro, ex-presidente do Brasil, para se mobilizarem. No…
STP: Assalto ao Quartel das Forças Armadas

STP: Assalto ao Quartel das Forças Armadas

Para os santomenses uma das prioridades é conhecer rapidamente o desfecho da investigação relacionada com os acontecimentos de 25 de…
STP: Frente Unida dos Partidos Políticos de Oposição desconfia das investigações

STP: Frente Unida dos Partidos Políticos de Oposição desconfia das investigações

A oposição vai introduzir uma moção de censura ao XVIII governo constitucional, na sequência dos acontecimentos de 25 de novembro…
Moçambique: Delegado da INAE de Nampula preso por corrupção

Moçambique: Delegado da INAE de Nampula preso por corrupção

O delegado da Inspeção Nacional das Atividades Económicas (INAE) de Nampula foi detido esta quinta-feira, 12 de janeiro, por ordens…