Angola | Portugal

Angolanos tratados em Portugal acusam Governo de falta de apoios

angola; bandeira

Os doentes angolanos que estão a receber tratamento médico em Portugal acusam o Governo de Angola de não pagar os subsídios de apoio e de estar a dar altas médicas sem qualquer critério.

Até ao momento, foram tratados 172 doentes em Portugal. Desses, quase 50 já regressaram ao país de origem. Os restantes recusam voltar a Angola e juntaram-se em frente à Embaixada de Angola, em Lisboa, para manifestarem-se contra o Governo angolano.

Alojados em duas pensões de Lisboa, os visados acusaram o Governo angolano de não pagar os apoios.

Em reação ao sucedido, a Embaixada de Angola declarou à imprensa que os subsídios foram cortados apenas para quem já teve alta médica. Foi igualmente mencionado que existe uma equipa médica enviada pelo Ministério da Saúde de Angola em Lisboa para acompanhar a situação dos doentes.

Os que já terminaram os tratamentos irão regressar nesta segunda-feira, 08 de março, a Angola. Em Portugal ficam 47 doentes que ainda estão a realizar tratamentos e também 37 acompanhantes.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo