Ativistas não concordam que Angola deixe a lista de países autoritários

bandeira de Angola

Angola deixou de fazer parte da lista de países autoritários do Índice de Democracia no Mundo em 2023, elaborado pela revista “The Economist”.

A pontuação global média do país governado por João Lourenço caiu para o seu nível mais baixo desde o início da elaboração do referido índice, em 2000.

Nas quatro categorias existentes, que são Democracia Total, Democracia Imperfeita, Regime Híbrido e Regime Autoritário, Angola saiu da lista da última categoria e passou a integrar a de híbrido, entre o autoritário e a democracia.

No entanto, existem ativistas angolanos contra estes resultados, além do secretário para Comunicação e Marketing da UNITA, Evaldo Evangelista, que decidiu abster-se de comentar a posição de Angola no índice e preferiu remeter o relatório para cada um dos cidadãos angolanos.

“Partindo do princípio que a ‘Economist’ é uma revista com muito prestígio e com bastante responsabilidade, nós não vamos questionar os estudos feitos por eles. Mas sabemos que aqui, internamente, cada angolano sente que há um nível de regressão muito acentuado no que aos direitos civis, participação política e funcionamento do Estado dizem respeito”, concluiu.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Ataque do Irão contra Israel gera tensões sem precedentes no Médio Oriente

Ataque do Irão contra Israel gera tensões sem precedentes no Médio Oriente

Na noite de sábado para domingo, o Irão efetuou o seu primeiro ataque militar direto contra o território israelita, numa…
Macau: Região vai receber cinco modalidades dos Jogos Nacionais da China em 2025

Macau: Região vai receber cinco modalidades dos Jogos Nacionais da China em 2025

A comissão organizadora da 15ª edição dos Jogos Nacionais anunciou que a Região Administrativa Especial de Macau vai acolher as…
Moçambique: MDM continua sem data para realizar o Conselho Nacional

Moçambique: MDM continua sem data para realizar o Conselho Nacional

O Movimento Democrático de Moçambique (MDM) ainda não marcou uma data para realizar o Conselho Nacional. No entanto, o partido…
Universidades vão ter “semestre zero” para alunos dos PALOP

Universidades vão ter “semestre zero” para alunos dos PALOP

O estudo “Perfil do Estudante dos PALOP nas Instituições do Ensino Superior em Portugal: caracterização, expectativas, constrangimentos”, realizado pelo Centro…