Angola | Brasil

Brasil mantém apoio a Angola na recuperação de ativos

Manuel Augusto

O ministro das Relações Exteriores do Brasil, Ernesto Araújo, reiterou nesta segunda-feira, 02 de março, em Brasília, o apoio do país a Angola na luta contra a corrupção, principalmente no que diz respeito à recuperação de ativos ilicitamente domiciliados no exterior. 

A afirmação foi feita à imprensa no final de um encontro com o homólogo angolano, Manuel Augusto, que teve como objetivo analisar diversos assuntos, como o incremento da cooperação entre os dois Estados, a situação na Guiné-Bissau na perspetiva da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) e ainda as medidas de prevenção adptadas para a contenção da contaminação pelo coronavírus (Covid-19). 

Segundo Ernesto Araújo, o tema da cooperação jurídica esteve igualmente em cima da mesa, sobretudo a recuperação de ativos. Esta é uma área em que o Brasil se tornou uma referência, podendo tal verificar-se nos ativos que o país conseguiu recuperar no âmbito da luta contra a corrupção. 

Na área económica, Angola e Brasil preveem fortes investimentos na agro-indústria e na erradicação da dupla tributação geral. Já no setor da defesa também se prevê um aprofundamento das relações bilaterais, essencialmente no setor naval. 

Por sua vez, Manuel Augusto disse considerar que o encontro reflete o estado das boas relações, acrescentando que Angola liquidou, no final do ano passado, todos os créditos que tinha com o Brasil, encontrando-se preparada para partir para um novo quadro na relação económica, perspetivada nos programas de ambos os Estados.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo