FMI ajudou Angola com mil milhões para combater Covid-19

O Ministério das Finanças de Angola informou que o país recebeu do Fundo Monetário Internacional (FMI) mais de mil milhões de dólares (851 mil milhões de euros) com acesso imediato no âmbito dos esforços de combate aos efeitos da pandemia da Covid-19.

O anúncio foi feito através de um comunicado, divulgado nesta quarta-feira, 25 de agosto. No documento lê-se ainda que não se trata de um novo empréstimo do FMI ao país, mas sim de uma resposta desta organização internacional ao apelo da comunidade internacional alcançado no âmbito da Cimeira de Paris, realizada a 18 de Maio.

O pedido feito visava mobilizar um pacote de ajuda massiva para auxiliar os países, em particular os países africanos, no contexto do impacto da pandemia. O objetivo era lançar assim as bases de um novo ciclo de crescimento, passando por uma maior inclusão do setor privado.

“O Ministério das Finanças torna claro que a presente alocação que Angola recebe não é um financiamento adicional no quadro do atual EFF que o País possui com o Fundo Monetário Internacional”, esclarece.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Segundo uma nota do Gabinete de Comunicação da Presidência da República, citando o Decreto Presidencial, “é o Contra Almirante, Carlos…
Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

O Conselho de Ministros de Timor-Leste aprovou a elaboração do Plano de Urbanização de Díli. O objetivo é melhorar a…
Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

O ministro da Agricultura e Pescas de Angola, António Francisco de Assis, informou que foram aprovados mais de 15 mil…
MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin