Angola | Portugal

Menos portugueses em Angola em 2019

Luanda, capital de Angola
Dados dos consulados da República de Angola em Lisboa e no Porto, divulgados pelo Observatório da Emigração (OE) de Portugal, dão conta de que, em 2019, 1.708 portugueses entraram em Angola. Apenas o consulado de Angola em Faro não informou sobre os vistos emitidos.
Segundo a OE, este número representa um decréscimo de 31% quando comparado com o das entradas no ano anterior. Depois de um máximo de 6.715 entradas em território angolano em 2015, o número de emigrantes portugueses para Angola tem vindo a diminuir significativamente: -42% em 2016, -24% em 2017, -36% em 2018 e -11%% em 2019.
“Tudo indica que aos efeitos da retoma económica em Portugal se tenham somado os efeitos recessivos da crise dos preços do petróleo sobre o mercado de trabalho angolano da imigração, sentidos com mais intensidade a partir de 2016”, explicou o Observatório da Emigração.
Ainda de acordo com esse órgão, “os valores utilizados neste destaque correspondem à soma dos seguintes tipos de vistos emitidos pelos consulados de Angola em Lisboa e no Porto: privilegiado, trabalho, ponto mais comum, trabalho por protocolo, fixação de residência e outros, como estudo e permanência temporária.
Note-se que o Observatório da Emigração destaca-se por ser uma estrutura técnica e de investigação independente integrada no Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES-IUL) do ISCTE-IUL, onde tem a sua sede.
© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo