Presidente de Angola e secretário-geral da ONU analisam Grandes Lagos

O Presidente angolano, João Lourenço, conversou nesta terça-feira, 02 de fevereiro, com o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres. A conversa telefónica teve como foco os resultados da mini-cimeira da Conferência Internacional para a Região dos Grandes Lagos.

O debate do evento, acolhido por Luanda na passada sexta-feira, 29 de janeiro, foi dedicado à situação de segurança existente na República Centro Africana.

Trata-se da segunda vez, no intervalo de duas semanas, que João Lourenço e António Guterres estudam o caso da instabilidade político-militar na República Centro Africana.

Recorde-se que o governante de Angola preside atualmente a Conferência Internacional para a Região dos Grandes Lagos. Está previsto que esta organização se reúna novamente em Luanda nos próximos dias, de maneira a dar continuidade ao debate sobre o mesmo tema.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: IESE diz que Covid-19 não foi principal causa de recessão do país

Moçambique: IESE diz que Covid-19 não foi principal causa de recessão do país

O Instituto de Estudos Sociais e Económicos (IESE) considera que a Covid-19 não foi a principal causa da recessão económica em Moçambique.…
Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Segundo uma nota do Gabinete de Comunicação da Presidência da República, citando o Decreto Presidencial, “é o Contra Almirante, Carlos…
Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

O Conselho de Ministros de Timor-Leste aprovou a elaboração do Plano de Urbanização de Díli. O objetivo é melhorar a…
Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

O ministro da Agricultura e Pescas de Angola, António Francisco de Assis, informou que foram aprovados mais de 15 mil…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin