UE seleciona Angola entre os países que podem fornecer gás

A União Europeia (UE) quer diminuir a sua dependência da Rússia no que respeita ao fornecimento de Gás Natural Liquefeito (GNL). Neste sentido, Angola é um dos países selecionado pela UE para a obtenção de GNL. 

Trata-se de uma estratégia que deverá ser aprovada ainda neste mês de maio pela UE, indica o “Portal de Angola”. A organização europeia pretende aprofundar a cooperação com países africanos, entre os quais Angola, Guiné-Equatorial, Nigéria e Senegal, para aumentar a compra de GNL e equilibrar assim as necessidades dos europeus a curto e médio prazo. 

Os países com capacidade para exportar gás, como Angola e Moçambique, poderão beneficiar ainda da vontade de Bruxelas em diversificar as compras. 

A UE prepara-se para comprar de África cerca de 10 milhões de toneladas de hidrogénio até 2030, de acordo com a “Rádio Nacional de Angola”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

União Europeia aumenta apoio militar à Moldávia

União Europeia aumenta apoio militar à Moldávia

O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, anunciou nesta quarta-feira, 04 de maio, que a União Europeia (UE) vai “aumentar…
Afeganistão: Encerrados 500 meios de comunicação social

Afeganistão: Encerrados 500 meios de comunicação social

A diretora e fundadora da organização afegã de mulheres jornalistas “Rukshana Media”, Zahra Joya, informou nesta terça-feira, 03 de maio,…
Revista de Imprensa Lusófona de 04 de maio de 2022

Revista de Imprensa Lusófona de 04 de maio de 2022

Em Portugal o “Público” tem em manchete “Mais de 2500 médicos e enfermeiros saíram do SNS [Serviço Nacional de Saúde]…
Moçambique: Maputo terá mais salas de aulas até junho

Moçambique: Maputo terá mais salas de aulas até junho

Até Junho próximo, as escolas primárias da capital de Moçambique terão a capacidade de acolher mais alunos, no quadro da…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin