Ato em Lisboa procurou defender a democracia no Brasil

Cerca de 38 organizações portuguesas e quase 300 pessoas assinaram um documento de apoio ao governo democraticamente eleito do Brasil e que pede a responsabilização de todos os “criminosos golpistas e terroristas no país”.

“É de conhecimento público que os grupos bolsonaristas organizados tiveram apoio e financiamento com o objetivo de instaurar um golpe contra o governo democraticamente eleito no Brasil, bem como se beneficiaram da negligência de agentes do Estado e de forças de segurança pública”, pode-se ler no Manifesto em Apoio à Democracia Brasileira que foi assinado por organizações, partidos políticos, coletivos e entidades em Portugal.

O Manifesto e os seus subscritores foram divulgados no “Ato em Defesa da Democracia Brasileira – Sem Anistia”, realizado ontem, quarta-feira, dia 11, no Largo Camões, em Lisboa, ao final da tarde, uma ação organizada pelo Coletivo Andorinha – Frente Democrática Brasileira, com sede na capital portuguesa.

“Nós, organizações, coletivos, instituições e cidadãos e cidadãs em Portugal estamos juntos ao povo brasileiro na defesa da Democracia no Brasil e repudiamos os ataques criminosos, antidemocráticos e terroristas contra a sede dos Três Poderes em Brasília ocorridos no último domingo, dia 8 de janeiro de 2023. Tais crimes precisam ser enfrentados nas esferas políticas e judiciais. Reforçamos o nosso apoio à Democracia brasileira, ao governo democraticamente eleito e à responsabilização de todos os criminosos golpistas e terroristas”, disseram os responsáveis pela ação.

Segundo estas mesmas fontes, o Manifesto conta com a adesão de mais de 300 organizações e indivíduos em Portugal.

Ígor Lopes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Timor-Leste: Governo prolonga validade dos passaportes 

Timor-Leste: Governo prolonga validade dos passaportes 

O Governo timorense aprovou nesta quarta-feira, 29 de março, o prolongamento extraordinário do prazo de validade dos passaportes eletrónicos. Os…
Cabo Verde: Hotelaria já ultrapassou valores pré-pandemia

Cabo Verde: Hotelaria já ultrapassou valores pré-pandemia

A hotelaria de Cabo Verde registou mais de 835 mil hóspedes em 2022. Este valor corresponde a um acréscimo acentuado de…
Moçambique procura experiência da Holanda em governação e eleições

Moçambique procura experiência da Holanda em governação e eleições

Uma delegação composta por representantes dos três partidos com assento na Assembleia da República de Moçambique realizou esta semana uma…
Ucrânia vai receber empréstimo de 14,3 mil milhões de euros do FMI

Ucrânia vai receber empréstimo de 14,3 mil milhões de euros do FMI

A direção executiva do Fundo Monetário Internacional (FMI) aprovou o empréstimo de 15,6 mil milhões de dólares (cerca de 14,3…