Brasil: Previsão de instituições financeiras anuncia quadro desanimador, para economia brasileira

O Brasil deverá ter o pior desempenho entre os países emergentes, com
índices muito abaixo da média da economia mundial. O anúncio foi
feito pelo jornal O Estado de S. Paulo, depois de consultar cinco
grandes bancos e consultorias, que aponta para um cenário desanimador
da economia brasileira em 2022.

De acordo com o estudo, o Brasil deverá ter o pior desempenho entre os
países emergentes. As previsões foram feitas pelo Bradesco, Goldman
Sachs, Capital Economics, Fitch e Nomura. Informam para um crescimento
do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro entre 0,8% e 1,9%. Já o Fundo
Monetário Internacional (FMI) faz uma previsão de avanço de 1,5%
contra uma média de 5,1% dos emergentes.

Embora pouco promissoras, essas previsões são até otimistas ante a
média das expectativas das instituições financeiras do país, que
apontam para um crescimento de 0,93%, segundo dados do Banco Central.

O país já sofria com os efeitos da pandemia. O quadro, segundo os
analistas, se potencializou pela alta dos juros frente à inflação e
pelo risco de desvio no teto de gastos, com a PEC dos Precatórios e o
aumento no valor do Auxílio Brasil.

Carlos Vasconcelos – Correspondente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Moçambique: INGD alerta para risco de inundações e cheias

Moçambique: INGD alerta para risco de inundações e cheias

A presidente do Instituto Nacional de Gestão e Redução do Risco de Desastres (INGD) Luísa Meque, apelou às comunidades que residem nas…
Timor-Leste: Diáspora na Coreia do Sul enviou mais de USD 30 milhões

Timor-Leste: Diáspora na Coreia do Sul enviou mais de USD 30 milhões

Os trabalhadores timorenses na Coreia do Sul já enviaram para Timor-Leste, de 2009 a 2021, cerca de 39 milhões de dólares…
Cabo Verde: Plano Nacional de Habitação investe 1.500 ME até 2030

Cabo Verde: Plano Nacional de Habitação investe 1.500 ME até 2030

O Plano Nacional de Habitação de Cabo Verde estima um investimento de 1.500 milhões de euros até 2030. De acordo com a estimativa do referido…
Angola tem autossuficiência em seis produtos alimentares

Angola tem autossuficiência em seis produtos alimentares

O Governo angolano divulgou que o ananás, a banana, a batata-doce, a carne de cabrito, a mandioca e os ovos são os produtos que alcançaram a autossuficiência no país.  Isto…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin