Brasil: Bolsonaro critica política de preços dos combustíveis da Petrobras e indica possível mudanças

O presidente Jair Bolsonaro (PL) criticou, nesta segunda-feira (7/3), a política de paridade de importação (PPI) praticada pela Petrobras, que atrela os preços dos combustíveis ao valor do barril do petróleo e do dólar. Em entrevista à Rádio Folha, Bolsonaro afirmou que o governo estuda rever a política.


“Agora, tem uma legislação errada feita lá atrás em que você tem uma paridade do preço internacional. Ou seja, o que é tirado do petróleo leva-se em conta o preço fora do Brasil. Isso não pode continuar acontecendo”, destacou o presidente.


Segundo Bolsonaro, será realizada uma reunião entre os ministérios da Economia e de Minas e Energia juntamente com a Petrobras para discutir a política de preços e soluções para evitar o aumento excessivo nos combustíveis. O presidente afirma que o governo irá “procurar uma solução para isso de forma bastante responsável” e que não cause “nenhum sobressalto no mercado”.


A PPI foi implementada em 2016, durante o governo do presidente Michel Temer (MDB), para evitar prejuízos à Petrobras. Nos últimos dois anos, a pandemia da covid-19 e a desvalorização do Real em relação ao dólar causaram um aumento expressivo nos preços dos combustíveis.


Os preços do petróleo estão em alta desde o início do conflito da Rússia com a Ucrânia. Na noite do último domingo (6/4) o barril de petróleo tipo Brent se aproximou de US$ 140, cerca de R$ 710, e um dos valores mais altos desde 2008.


Carlos Vasconcelos – Correspondente 

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

África do Sul: Comissão Eleitoral Independente continua a processar os resultados da eleição de 29 de Maio

África do Sul: Comissão Eleitoral Independente continua a processar os resultados da eleição de 29 de Maio

Os órgãos eleitorais da África do Sul esperaram concluir este fim-de-semana a contagem dos votos das eleições gerais de 29…
Brasil: A Fundação AIS está solidária com as vítimas das trágicas inundações

Brasil: A Fundação AIS está solidária com as vítimas das trágicas inundações

A organização internacional católica Ajuda à Igreja que Sofre (Fundação AIS) está em estreito contacto com os seus parceiros locais…
Macau: Cidades do interior da China emitem vistos para Região

Macau: Cidades do interior da China emitem vistos para Região

A partir desta semana, mais oito cidades do interior da China passam a emitir vistos individuais para Macau e Hong…
Portugal deveria reconhecer “ter abusivamente alienado o território de Cabinda”

Portugal deveria reconhecer “ter abusivamente alienado o território de Cabinda”

Dois dias antes da comemoração dos 50 anos da Revolução do 25 de Abril, o Presidente português, Marcelo Rebelo de…