Brasil: Ministério da Economia comemora recuperação da economia em 4,6%

Diante dos números positivos de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) divulgados na passada sexta-feira (4) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a Secretaria de Política Econômica do Ministério da Economia brasileiro divulgou nota técnica em que comemora os resultados, apontando que eles refletem a previsão que fazia o ministro Paulo Guedes de que a economia brasileira se recuperaria “em V”. 


O termo usado por Guedes é uma designação que vem da forma da letra “V”. Depois de uma linha para baixo, uma queda na primeira perna da letra, há uma linha para cima igual, ou seja, uma subida na mesma proporção na segunda perna. 


“A economia brasileira cresceu 4,6% em 2021. O resultado mais que compensa a queda de 3,9% em 2020, causada pelas consequências da pandemia da Covid-19. Com tal resultado, observa-se que a economia brasileira recuperou o nível da atividade anterior à pandemia, mostrando uma recuperação econômica em ‘V'”, diz a nota. 


O Ministério da Economia observa que o crescimento observado no Brasil foi maior que de todos os demais países do G-7, com exceção dos Estados Unidos. Com relação ao G-20, foi maior que a mediana do grupo. “Ademais, observa-se que o crescimento da atividade no último biênio supera a variação dos principais países europeus e de alguns emergentes, como México e Argentina”, acrescenta a nota. 


O Ministério da Economia aponta para novas perspectivas positivas para este ano. “Para 2022, há fatores positivos, como a continuidade da retomada do mercado de trabalho (…) Segundo os dados da PNAD Contínua, no 4T21 foram criados 3,6 milhões de vagas de trabalho. Nota-se que as taxas de participação e o nível de ocupação estão retornando às médias históricas, e há rápido declínio da taxa de desemprego, alcançando 11,1% ao final de 2021, o menor patamar desde dez/19”, diz a nota técnica. 


“Outro destaque é a boa perspectiva dos investimentos privados, que segundo os indicadores de produção de bens de capital e sondagem com empresários sugerem um cenário positivo para 2022. Ademais, os dados do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) indicam que deverão ser investidos cerca de R$ 78 bilhões neste ano. Desta forma, o impacto esperado da ampliação dos projetos do PPI para 2022 no investimento será de R$ 38 bilhões, o que representa 2,3% a mais de FBCF e 0,4% a mais de PIB, em relação aos valores estimados para 2021”, diz ainda o texto. 


A nota, no entanto, pondera para os riscos da guerra entre a Rússia e a Ucrânia, que podem acabar impactando negativamente a economia brasileira. “Entretanto, deve-se monitorar a evolução do cenário internacional em virtude do conflito no Leste Europeu”, pondera. 


E a nota complementa reforçando um posicionamento com relação ao conflito que não exatamente coincide com a postura do presidente Jair Bolsonaro, que em Moscou chegou a se declarar “solidário” ao presidente da Rússia, Vladimir Putin, e depois vem pregando um posicionamento de maior neutralidade. Mas a nota destaca, ao contrário, que em três oportunidades a diplomacia brasileira se declarou contrária à invasão da Ucrânia. “Com o cenário internacional adverso, cabe ao Brasil, além dos posicionamentos diplomáticos e humanitários (em três oportunidades já se posicionou na ONU condenando a invasão da Rússia à Ucrânia; ressalta-se ainda que o Brasil emitirá vistos especiais aos refugiados), mostrar que é um porto seguro para os investimentos privados”, informa o texto. 


Carlos Vasconcelos – Correspondente 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Brasil Neutro

Brasil Neutro

Bolsonaro reafirma neutralidade na guerra Rússia/Ucrânia : “Brasil não mergulhará numa aventura”! Durante a cerimónia em São Paulo, o presidente…
Entrevista a Oleg Chumakov: "A Ucrânia só começou a existir como unidade estatal graças à vontade do Lenin"

Entrevista a Oleg Chumakov: "A Ucrânia só começou a existir como unidade estatal graças à vontade do Lenin"

Oleg Chumakov é um cidadão de origem russa. Vive em Portugal há 21 anos, tendo já nacionalidade portuguesa. É professor…
Moçambique: Governador de Cabo Delgado anuncia para breve regresso da população deslocada à Mocimboa da praia.

Moçambique: Governador de Cabo Delgado anuncia para breve regresso da população deslocada à Mocimboa da praia.

Forçada a abandonar em 2020, devido aos sucessivos ataques terroristas, aliados aos maus tratos por certos elementos das Forças de…
Teatro D. Maria II: Esta é a minha história de amor

Teatro D. Maria II: Esta é a minha história de amor

Esta é a minha história de amor, nova criação da companhia Hotel Europa, estreia na Sala Estúdio do Teatro Nacional…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
->