Brasil: No Brasil o ex-presidente Lula da Silva anunciou que sua candidatura será apresentada em abril 

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva definiu que lançará a sua pré-candidatura à Presidência da República no começo de abril, após o fim da janela partidária. 

A ideia é fazer um grande ato em São Paulo que reúna do ex-governador Geraldo Alckmin, que sacramentou sua ida ao PSB e será indicado vice da chapa, a integrantes do PSOL”, segundo  informa a imprensa brasileira.

O jornal diz que alguns petistas alimentam a expectativa de que até lá o líder sem-teto Guilherme Boulos aceite retirar a sua pré-candidatura ao governo de São Paulo. Se isso acontecer, o evento servirá também para lançar o ex-prefeito Fernando Haddad ao governo paulista.

O que falta ainda definir é o partido ao qual Geraldo Alckmin se filiará para ser vice de Lula. A princípio, ele ficaria no PSB, mas o partido se recusou a participar da federação com PT, PCdoB e PV.

Carlos Vasconcelos

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Cabo Verde: PAICV “muito preocupado” com situação das crianças

Cabo Verde: PAICV “muito preocupado” com situação das crianças

O Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV) está “muito preocupado” com a situação da infância no país.  Neste…
Moçambique: Nyusi incentiva empresários sul-coreanos a retomarem investimentos em Cabo Delgado

Moçambique: Nyusi incentiva empresários sul-coreanos a retomarem investimentos em Cabo Delgado

O Presidente da República de Moçambique, Filipe Nyusi, está a aproveitar a sua estadia na Coreia do Sul para incentivar…
Angola: Aprovada Estratégia Nacional de Prevenção e Repressão da Corrupção

Angola: Aprovada Estratégia Nacional de Prevenção e Repressão da Corrupção

O Governo angolano aprovou a Estratégia Nacional de Prevenção e Repressão da Corrupção nesta segunda-feira, 03 de junho.  Trata-se de…
Guiné-Bissau: Julgamento dos detidos do ‘Caso 1 de Fevereiro’ adiado por incoerências do Tribunal

Guiné-Bissau: Julgamento dos detidos do ‘Caso 1 de Fevereiro’ adiado por incoerências do Tribunal

O julgamento do suposto golpe de Estado de 1 de Fevereiro de 2022 foi adiado. O Tribunal decidiu suspender a…