Brasil apreende cocaína em navio destinado a Moçambique

Polícia Federal do Brasil apreendeu cinco toneladas de cocaína que estavam escondidas num carregamento de sabão em pó, que seria embarcado num navio com destino a Moçambique

Esta apreensão aconteceu no âmbito da operação “Missão Redentor”. De acordo com a Polícia Federal, trata-se da maior apreensão de cocaína da história no estado do Rio de Janeiro. 

“Após denúncia, foram realizadas diligências, iniciadas na manhã desta terça-feira [05 de outubro], pelos polícias federais e a ‘Missão Redentor’. Com o apoio de cães farejadores, foram localizadas cerca de 4,3 toneladas do entorpecente acondicionado em caixas de sabão em pó, no interior de um container [contentor], pode ler-se num comunicado divulgado pelas autoridades brasileiras. 

“Os responsáveis pela carga fizeram um trabalho muito sofisticado. Colocaram a cocaína dentro das caixas de sabão com peso idêntico ao declarado nos documentos de embarque pelo exportador”, partilhou com a imprensa o chefe da Divisão de Repressão ao Contrabando Aduaneiro, Augusto da Rocha. 

Todo a carga da droga acabou por ser encaminhada para Superintendência Regional da Polícia Federal no Rio de Janeiro, para formalização da apreensão. “Pelo custo da logística, esta é uma organização criminosa altamente estruturada, mas teve um prejuízo enorme, já que é a maior apreensão de cocaína feita na história [do estado] do Rio de Janeiro”, afirmou o delegado e vice-chefe da Comissão de Repressão aos Entorpecentes, Bruno Tavares. 

Não foram identificados, até ao momento, os donos da carga. Não se sabe também se a droga foi introduzida pelos próprios exportadores ou sem o seu conhecimento, tendo os agentes da Polícia Federal prendido dois suspeitos encontrados no porto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin