Brasil: Banco Central “culpa” preços das commodities e da energia para a subida da inflação no país

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, indicou nesta terça-feira (11) que a subida de preços das commodities e da energia elétrica, aliado a gargalos logísticos mundiais causaram um aumento inflacionário fora da meta planeada pela área económica. Dados revelados pelo IBGE indicam que a inflação de 2021 fechou em 10,06%, acima do limite máximo, que era de 5,25%.

“As pressões sobre os preços de commodities e nas cadeias produtivas globais refletem as mudanças no padrão de consumo causadas pela pandemia, com parcela proporcionalmente maior da demanda direcionada para bens e impulsionada por políticas expansionistas”, escreveu Campos Neto. De acordo com o IBGE, os preços de commodities alcançaram, no último trimestre de 2021, valores médios 46,2% e 45,3% superiores aos vigentes nos últimos trimestres de 2019 e 2020, respectivamente.

O fraco regime de chuvas no Brasil – indicado em bandeiras tarifárias de valores inéditos – pressionou para cima o custo do insumo. Além disso, indicou o presidente do BC, esgotamentos de stocks de insumos, escassez de semicondutores e aumentos de prazos de entrega e de preços dos fretes internacionais causaram a diminuição da oferta destes bens no país, elevando seus preços.

O câmbio também exerceu forte pressão inflacionária em 2021, mantendo um nível elevado desde o início da pandemia, em 2020. Como estas commodities e itens como o petróleo são cotados em dólar, a valorização da moeda norte-americana forçou para cima os índices de desgaste da moeda brasileira.

A manifestação do presidente do BC, por meio de carta pública endereçada ao ministro da Economia, é prevista no decreto de 1999 que prevê as metas de inflação. Caso o governo falhe em cumprir as metas, tanto para cima quanto para baixo, o presidente do Banco Central é obrigado a se manifestar.

Carlos Vasconcelos – Correspondente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Timor-Leste: Diáspora na Coreia do Sul enviou mais de USD 30 milhões

Timor-Leste: Diáspora na Coreia do Sul enviou mais de USD 30 milhões

Os trabalhadores timorenses na Coreia do Sul já enviaram para Timor-Leste, de 2009 a 2021, cerca de 39 milhões de dólares…
Cabo Verde: Plano Nacional de Habitação investe 1.500 ME até 2030

Cabo Verde: Plano Nacional de Habitação investe 1.500 ME até 2030

O Plano Nacional de Habitação de Cabo Verde estima um investimento de 1.500 milhões de euros até 2030. De acordo com a estimativa do referido…
Angola tem autossuficiência em seis produtos alimentares

Angola tem autossuficiência em seis produtos alimentares

O Governo angolano divulgou que o ananás, a banana, a batata-doce, a carne de cabrito, a mandioca e os ovos são os produtos que alcançaram a autossuficiência no país.  Isto…
Moçambique: Época chuvosa condiciona estradas e pontes na zona sul e centro do país

Moçambique: Época chuvosa condiciona estradas e pontes na zona sul e centro do país

A Administração Nacional de Estradas, ANE, IP. lançou dia 12 de janeiro alerta de que distrito de Phafuri, na Provincia…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin