Brasil: Bolsonaro ameaça privatizar Petrobras devido ao aumento dos combustíveis

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quinta-feira (14) ter vontade de privatizar a Petrobras, justificando que, quando os preços dos combustíveis aumentam no Brasil, a culpa recai sobre ele.

“Eu tenho vontade, já tenho vontade de privatizar a Petrobrás. Vou ver com a equipe económica o que a gente pode fazer, porque o que acontece: eu não posso controlar, eu não posso melhor direcionar o preço do combustível, mas quando aumenta a culpa é minha”, disse Bolsonaro em entrevista à rádio Novas de Paz, de Recife (PE).

O mandatário reclamou ainda de ser responsabilizado pelo aumento no preço do gás de cozinha e lembrou que zerou o imposto federal incidente sobre o produto, buscando desculpas para justificar o resultado da política de paridade internacional do preço do petróleo adotada pela Petrobrás no governo Michel Temer (MDB) e mantida desde então.

Carlos Vasconcelos – Correspondente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin