Brasil: Bolsonaro e mais 79 pessoas acusadas por comissão de inquérito no senado por crimes na pandemia

Após mais de seis meses de trabalho, a CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Covid chegou ao fim com a aprovação do relatório final, em reunião nesta terça (26). O texto do relator, senador Renan Calheiros (MDB-AL), aprovado pelos senadores, consta com 80 nomes, entre os quais o do presidente da República Jair Bolsonaro, todos alvo de pedidos de indiciamento por crimes durante a pandemia.

Por 7 votos a 4, o documento seguirá para a Procuradoria-Geral da República, que cuida das denúncias do presidente Jair Bolsonaro e demais acusados que possuem foro privilegiado.

Em votação nominal, disseram sim os senadores Eduardo Braga (MDB-AM), Renan Calheiros (MDB-AL), Tasso Jereissati (PSDB-CE), Otto Alencar (PSD-BA), Humberto Costa (PT-PE), Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e Omar Aziz (PSD-AM). Votaram não os senadores Luís Carlos Heinze (PP-RS), Eduardo Girão (Podemos-PR), Marcos Rogério (DEM-RO) e Jorginho Mello (PL-SC).

Caso a PGR decida acusá-lo, a denúncia será submetida à Câmara dos Deputados, e, se for aprovada, deverá para julgamento no Supremo Tribunal Federal (STF).

A procuradoria também deve avaliar os inquéritos contra os ministros da Defesa, Walter Braga Netto; da Saúde, Marcelo Queiroga; do Trabalho, Onyx Lorenzoni e da Controladoria-Geral da União, Wagner Rosário.

Os demais acusados, sem foro privilegiado, serão remetidos ao Ministério Público (MP) de seus respectivos estados. A CPI termina fazendo um minuto de silêncio aos mais de 606 mil mortos pela covid-19.

Carlos Vasconcelos – Correspondente

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Hamas partilha avanço nas negociações para cessar-fogo

Hamas partilha avanço nas negociações para cessar-fogo

O Hamas divulgou nesta segunda-feira, 04 de março, que está a avançar com as conversações no Cairo, de maneira a…
Estudo com 4 245 psiquiatras da Europa sobre o estigma associado à doença mental na prática clínica apresenta primeiros resultados

Estudo com 4 245 psiquiatras da Europa sobre o estigma associado à doença mental na prática clínica apresenta primeiros resultados

A promoção de uma cultura laboral que inclua iniciativas anti-estigma e a integração destas ações nos programas de formação em…
Moçambique: População ainda se mantém no posto administrativo de Mucojo apesar da ordem de evacuação

Moçambique: População ainda se mantém no posto administrativo de Mucojo apesar da ordem de evacuação

Ainda há população nas aldeias do posto administrativo de Mucojo, distrito de Macomia, apesar de ter sido decretada a evacuação…
Moçambique: Terroristas atacam Quissanga – sede e ilha Quirimba, em Ibo

Moçambique: Terroristas atacam Quissanga – sede e ilha Quirimba, em Ibo

O último fim-de-semana foi marcado por mais uma investida dos grupos terroristas, no distrito de Quissanga e na ilha Quirimba,…