Brasil: Discurso de Bolsonaro pode ser motivo para impeachment, diz vice-presidente da Câmara Federal

O primeiro vice-presidente da Câmara, o deputado Marcelo Ramos (PL-AM) considera que Jair Bolsonaro cometeu crime de responsabilidade no discurso que fez nesta terça-feira (7) em Brasília, no qual ameaçou “descumprir” decisões judiciais. Pela Constituição brasileira, o presidente que comete crime de responsabilidade deve ser afastado do poder em processo de impeachment.

Para Ramos, a abertura do processo seria inevitável na Câmara se, nas manifestações deste Sete de Setembro, tivesse havido atos de violência direta contra o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal.

“Diante dos acontecimentos e da fala do presidente na manifestação de Brasília, há duas conclusões inevitáveis. Primeiro, caracterizado está sem nenhuma dúvida o cometimento de crime de responsabilidade pelo presidente Bolsonaro”, afirmou o deputado em vídeo. “A segunda [conclusão] é que, se houver na manifestação de Brasília, que ele participou, qualquer ato de violência contra o Congresso ou o Supremo, será inevitável a leitura e a abertura de processo de impeachment”, acrescentou.

Marcelo Ramos também provocou o presidente a convocar o Conselho da República, como Bolsonaro havia prometido mais cedo fazer nesta quarta. “É bom que convoque. Se convocar, qualquer proposta de viés autoritário fora dos marcos da Constituição será derrubada pelo Conselho da República. Vamos lá, presidente, convoque o Conselho da República e respeite a decisão que ele tomará”, disse o vice-presidente da Câmara.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

O ministro da Agricultura e Pescas de Angola, António Francisco de Assis, informou que foram aprovados mais de 15 mil…
MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin