Brasil: Empresas de retalho europeias ameaçam Brasil por causa da desflorestação na Amazônia

Dezenas de empresas europeias ameaçam parar de usar a produção brasileira por causa da nova proposta de lei que amplia os direitos de propriedade dos detentores de “terras públicas”.

Os defensores do meio ambiente alertam que a proposta irá incentivar a desflorestação ao recompensar os chamados “grileiros” na floresta amazônica, que ocupam propriedades ilegalmente, muitas vezes derrubando áreas para uso agrícola.

Nesta quarta-feira, um grupo de empresas europeias, que inclui os supermercados alemães Aldi e Lidl, bem como Tesco e Sainsbury’s do Reino Unido ou a Metro e John Lewis, pediu ao Congresso brasileiro que retirasse esta proposta de lei. Referem que os esforços do Brasil para proteger o meio ambiente são “cada vez mais inadequados”, e que este projeto de lei representa uma ameaça ainda maior para a Amazônia.

“Se essa ou outras medidas que prejudicam essas proteções existentes se tornarem lei, não teremos escolha a não ser reconsiderar nosso apoio e uso da cadeia de suprimentos de commodities agrícolas brasileiras”, escreveram as empresas europeias numa carta aberta aos legisladores brasileiros.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Portugal regista mais 3.194 infetados por covid-19 e ultrapassa os 900 mil casos desde o início da pandemia

Portugal regista mais 3.194 infetados por covid-19 e ultrapassa os 900 mil casos desde o início da pandemia

O boletim epidemiológico, divulgado pela Direção Geral da Saúde esta sexta feira, refere que o número de casos confirmados de…
Presidente da Guiné-Bissau pede melhor tratamento para guineenses em Cabo Verde

Presidente da Guiné-Bissau pede melhor tratamento para guineenses em Cabo Verde

O chefe de Estado da Guiné-Bissau, Umaro Sissoco Embaló, considerou “inaceitável” que houvesse rumores de guineenses barrados à entrada dos aeroportos em Cabo Verde, país onde se…
Timor-Leste: Dirigentes querem demissão de vice-primeira-ministra

Timor-Leste: Dirigentes querem demissão de vice-primeira-ministra

Dirigentes políticos timorenses defenderam nesta sexta-feira, 09 de julho, que a vice-primeira-ministra, Armanda Berta dos Santos, deveria demitir-se por motivos de “ética política”.  A…
Guiné Equatorial: Governo debate crise do setor agropecuário

Guiné Equatorial: Governo debate crise do setor agropecuário

O Vice-Presidente da República da Guiné Equatorial, Teodoro Nguema Obiang Mangue, instruiu o Ministério da Agricultura, Florestas e Meio Ambiente para que apresentasse urgentemente um plano…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin