Brasil: Facebook e Instagram retiram publicações em que Bolsonaro associa vacina à contaminação por SIDA

A publicação semanal do presidente Jair Bolsonaro transmitida na última quinta-feira (21) foi retirada do ar tanto no Facebook quanto no Instagram na noite de domingo (24). Na live, Bolsonaro leu uma fake new que dizia que pessoas vacinadas contra a covid-19 estão desenvolvendo a Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (SIDA).

Segundo informação do porta-voz do Facebook, a live foi retirada do ar porque fere as normas da empresa quanto à divulgação de notícias falsas sobre a covid-19. “Nossas políticas não permitem alegações de que as vacinas de covid-19 matam ou podem causar danos graves às pessoas”, informou.

Todas as vacinas aplicadas contra a covid-19 passaram por testes em diversos países. No Brasil, todas elas precisaram antes de aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

A decisão do Facebook quanto à fala de Bolsonaro acontece na véspera da votação do relatório final da CPI da Covid, na qual o presidente é acusado de nove crimes por suas ações no combate à pandemia. Entre elas, o trabalho contrário à vacinação em massa das pessoas pela opção consciente por deliberadamente infectar o maior número de pessoas por uma crença na chamada “imunidade de rebanho”. Mesmo depois da acusação, a nova fala de Bolsonaro continua reforçando esse discurso contrário à vacinação. Por essas atitudes, uma das imputações feita pela CPI contra o presidente é de crime contra a humanidade. Até agora, Bolsonaro não se vacinou contra a covid-19.

Carlos Vasconcelos – Correspondente 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin