Brasil: FMI anuncia previsão negativa para o crescimento do Brasil em 2022, apenas 0,3%

O Fundo Monetário Internacional (FMI) derrubou as suas previsões de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil em 2022 de 1,5% (em outubro passado) para 0,3%. A revisão consta do relatório Perspectiva Económica Mundial, divulgado nesta terça-feira (25/1) em Washington D.C.

No documento, o órgão também reduz sua expectativa para o país em 2023: agora, prevê que o Brasil crescerá 1,6% no próximo ano, contra 2% da estimativa anterior.

Dentre 15 grandes economias que tiveram as métricas revistas (entre as quais, China, EUA, México, África do Sul e Índia), o Brasil sofreu proporcionalmente o pior tombo e foi o único a ficar abaixo da taxa de 1% de crescimento em 2022.

Na média, embora a expectativa de crescimento para a América Latina também tenha recuado (menos 0,6 ponto percentual), a região deve crescer 2,4% em 2022, índice oito vezes maior do que o do Brasil. Se comparada à projeção feita pelo fundo para os mercados emergentes, a desvantagem do país é ainda mais significativa: países em desenvolvimento devem crescer 4,8% ante a 0,3% do Brasil.

Carlos Vasconcelos – Correspondente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

O Presidente russo, Vladimir Putin, apelou ao Exército ucraniano para que retirasse o apoio ao Governo ucraniano, o que significa…
Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba, confirmou os relatos de ataques e bombardeamentos a creches e orfanatos…
Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

As autoridades russas detiveram mais de 1.800 manifestantes que se opuseram à invasão à Ucrânia.  “Nós estamos preocupados com as…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin