Brasil: Governo cria escritório para atração de investimentos nos EUA

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, publicou esta quinta-feira (27), um decreto que cria um escritório económico em Washington, nos Estados Unidos. O escritório, segundo o decreto, trabalhará junto com a embaixada brasileira, como um órgão de assessoramento do Ministério da Economia.

Ao escritório compete “colaborar com a embaixada em temas de competência do Ministério da Economia; contribuir com as atividades da embaixada de informação, representação e promoção das potencialidades de atração de investimentos para o país; contribuir para a divulgação da imagem do país como destino para investimentos estrangeiros”, informa o texto, além de outras atribuições ligadas à economia.

Aquele que for designado para chefiar o escritório terá, segundo o decreto, um mandato de dois anos, podendo ser prorrogado por igual período. Ao contrário do que acontece com os embaixadores, a designação para esse cargo não precisa da aprovação do Senado.

Carlos Vasconcelos – Correspondente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

O Presidente russo, Vladimir Putin, apelou ao Exército ucraniano para que retirasse o apoio ao Governo ucraniano, o que significa…
Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba, confirmou os relatos de ataques e bombardeamentos a creches e orfanatos…
Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

As autoridades russas detiveram mais de 1.800 manifestantes que se opuseram à invasão à Ucrânia.  “Nós estamos preocupados com as…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin