Brasil: Leilão do 5G é o maior de sempre nas telecomunicações do país, com 15 empresas concorrentes

Está marcada para as 10h desta quinta-feira (4) a abertura do leilão do 5G no Brasil. O certame é considerado o maior da história das telecomunicações no país. Serão analisadas propostas apresentadas por quinze empresas, sendo que cinco delas já prestam serviços na área.

O governo federal calcula que a tecnologia impactará a economia brasileira em cerca de R$ 6,5 trilhões nos próximos 20 anos, com possibilidade de R$ 169 bilhões em investimentos totais no período. Pelas metas fixadas, todas as capitais terão de ter cobertura 5G até o fim do próximo ano. A cobertura nacional deve ser atingida em 2028.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, deve comparecer à cerimónia, realizada na sede da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) em Brasília. A análise e julgamento das ofertas serão transmitidas em tempo real. A previsão é de que o resultado seja conhecido só na sexta-feira (5).

O superintendente de Planejamento e Regulamentação da Anatel, Nilo Pasquali, explicou que, se não houver proposta para o Lote A1, nacional, na faixa de 700 MHz, por exemplo, esse lote será oferecido numa segunda ronda, dividido em quatro lotes regionais.

Carlos Vasconcelos – Correspondente

One Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin