Brasil: Lula da Silva defende a harmonia entre os poderes da República

O presidente eleito no Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, declarou esta quarta-feira (9/11), em Brasília, que vai retomar a harmonia entre os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário. Para ele “é plenamente possível recuperar a normalidade da convivência entre instituições”.

Lula deu a declaração numa entrevista coletiva, após se reunir com autoridades em Brasília. Antes de conversar com os jornalistas, Lula reuniu-se com a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Rosa Weber, na sede da Corte. Essa foi a primeira visita de Lula a Brasília desde que venceu o presidente Jair Bolsonaro na disputa eleitoral.

Durante a entrevista, o presidente eleito enumerou as suas prioridades na liderança da Nação brasileira. “Eu me candidatei com o compromisso de que é possível resgatar a cidadania do povo brasileiro, de que é possível a gente recuperar a harmonia entre os poderes, de que é plenamente possível recuperar a normalidade da convivência entre as instituições brasileiras. Instituições que foram atacadas, que foram violentadas pela linguagem nem sempre recomendável de algumas autoridades ligadas ao governo”, referiu o presidente eleito.

Depois da reunião com a presidente do STF, Lula teve uma agenda com o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Alexandre de Moraes. Antes, Lula encontrou-se com os presidentes da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, e do Senado, Rodrigo Pacheco. O vice-presidente eleito Geraldo Alckmin também participou das reuniões.

Carlos Vasconcelos – Correspondente

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Guiné Equatorial: Vice-presidente acusa Espanha de "humilhar" o país

Guiné Equatorial: Vice-presidente acusa Espanha de "humilhar" o país

O vice-presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Nguema Obiang, acusa a Espanha de “humilhar” e “desacreditar” o país depois de a…
Moçambique: Operação "Vulcão IV" decorre no distrito de Macomia

Moçambique: Operação "Vulcão IV" decorre no distrito de Macomia

As Forças Armadas de Defesa de Moçambique (FADM) informaram nesta terça-feira, 03 de janeiro, que está em curso a Operação…
Timor-Leste: Taxa de execução do OGE 2022 foi de 78,75%

Timor-Leste: Taxa de execução do OGE 2022 foi de 78,75%

O Governo de Timor-Leste executou em 2022 cerca de 78,75% do valor total do Orçamento Geral do Estado (OGE) desse…
Moçambique: Atraso de salários gera greve no município de Nacala

Moçambique: Atraso de salários gera greve no município de Nacala

Mais de setecentos funcionários e agentes do Estado afetos ao Conselho autárquico de Nacala, na província de Nampula, encontram-se em…