Brasil: Lula vence a eleição, mas Bolsonaro chega perto e país terá segunda volta

O Brasil terá segunda volta nas eleições presidenciais, a realizar-se dia 30 de outubro. O resultado saiu cerca de cinco horas após a votação e o Tribunal Superior Eleitoral não sofreu contestação sobre o processo eleitoral. Lula teve 56 milhões de votos e Bolsonaro recebeu pouco mais de 50,6 milhões de votos, 48% e 43,5% da votação respectivamente. 

Especialistas avaliaram que as pesquisas não previram o resultado tão apertado entre os dois candidatos. Para Leandro Mazzini, jornalista político em Brasília, a metodologia utilizada tem que ser reavaliada. Segundo ele, os institutos economizaram nos questionários com a população do interior do país, onde ocorreu a maior surpresa. 

O quarto colocado na eleição, o ex-ministro Ciro Gomes, que teve 3% da votação (cerca de 3,5 milhões de votos) disse na noite de domingo que vai analisar que posição vai tomar na segunda volta. Ele discursou após o resultado das eleições gerais em Fortaleza.  O pedetista não passou para o segundo turno na disputa pelo Executivo nacional. 

Conforme Ciro, sua preocupação é com o rumo do Brasil. “Quero dizer a vocês que estou profundamente preocupado com o que eu estou assistindo acontecer no Brasil”, declarou o candidato. Ele também agradeceu aos eleitores que votaram nele.

“Por isso, eu peço a vocês que me deem mais algumas horas para conversar com os meus amigos, com o meu partido para que a gente possa achar o melhor caminho para bem servir à nação brasileira”, complementou Ciro.
Antes, durante o dia do pleito eleitoral, grupos bolsonaristas passaram a divulgar resultados falsos de urnas e seções na Europa, apontando para uma suposta vitória ampla do presidente Jair Bolsonaro. Os dados contradizem as divulgações feitas pelos principais consulados e seções eleitorais nas capitais europeias.

 Em alguns dos casos, como na Suíça, as urnas nem sequer tinham sido contabilizadas quando, nos grupos de WhatAapp e redes sociais, circulavam informações de uma falsa vitória do candidato de direita. “Minha irmã viu tudo e ela falou que Bolsonaro ganhou lá (Suíça)”, afirmou.

Carlos Vasconcelos – Correspondente 

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Guiné Equatorial: Vice-presidente acusa Espanha de "humilhar" o país

Guiné Equatorial: Vice-presidente acusa Espanha de "humilhar" o país

O vice-presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Nguema Obiang, acusa a Espanha de “humilhar” e “desacreditar” o país depois de a…
Moçambique: Operação "Vulcão IV" decorre no distrito de Macomia

Moçambique: Operação "Vulcão IV" decorre no distrito de Macomia

As Forças Armadas de Defesa de Moçambique (FADM) informaram nesta terça-feira, 03 de janeiro, que está em curso a Operação…
Timor-Leste: Taxa de execução do OGE 2022 foi de 78,75%

Timor-Leste: Taxa de execução do OGE 2022 foi de 78,75%

O Governo de Timor-Leste executou em 2022 cerca de 78,75% do valor total do Orçamento Geral do Estado (OGE) desse…
Moçambique: Atraso de salários gera greve no município de Nacala

Moçambique: Atraso de salários gera greve no município de Nacala

Mais de setecentos funcionários e agentes do Estado afetos ao Conselho autárquico de Nacala, na província de Nampula, encontram-se em…