Brasil: Médico suspende cirurgia e Bolsonaro faz tratamento clínico em hospital de São Paulo

O médico Antônio Macedo, que é responsável pelos cuidados ao presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, decidiu que seguirá com o tratamento clínico aos problemas de saúde que o fez abandonar as férias e ser internado de urgência num hospital de São Paulo. A obstrução no intestino do presidente desfez-se e uma cirurgia foi, por enquanto, descartada.

Segundo a imprensa brasileira, Bolsonaro reagiu bem aos remédios que recebeu e, portanto, uma intervenção não seria mais necessária neste momento. A decisão já foi comunicada por Macedo a colegas da equipa médica, mas ainda precisa ser confirmada oficialmente. Bolsonaro foi internado na segunda (3) no hospital Vila Nova Star, na zona sul de São Paulo, após um problema intestinal.

O Presidente brasileiro começou a receber antibióticos e alimentação através de sonda e hidratação para que o intestino voltasse a funcionar. Macedo estava nas Bahamas, e a decisão final sobre o tratamento só seria tomada depois que do médico chegar de viagem.

Bolsonaro afirmou ter sentido dores abdominais em Santa Catarina, após o almoço de domingo (2), o que o levou à antecipação do fim da folga. A expectativa era que ele continuasse no litoral catarinense até pelo menos o começo da semana.

Carlos Vasconcelos – Correspondente 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

Presidente da Rússia pede a Exército ucraniano para tomar o poder

O Presidente russo, Vladimir Putin, apelou ao Exército ucraniano para que retirasse o apoio ao Governo ucraniano, o que significa…
Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

Ucrânia confirma ataques da Rússia a creches e orfanatos

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba, confirmou os relatos de ataques e bombardeamentos a creches e orfanatos…
Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

Rússia prende mais de 1.800 manifestantes que são contra a guerra

As autoridades russas detiveram mais de 1.800 manifestantes que se opuseram à invasão à Ucrânia.  “Nós estamos preocupados com as…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin