Brasil: Morrem duas crianças menores de 5 anos por dia de covid-19, aponta Fiocruz

Desde o início da pandemia, foram registadas duas mortes de crianças menores de cinco anos por dia, de acordo com análise feita por coordenadores do Observatório de Saúde na Infância – Observa Infância, no âmbito do Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde (Icict), da Fiocruz, no Brasil.

Ao todo, 599 crianças nesta faixa etária faleceram por Covid-19 em 2020. No ano seguinte, o número subiu para 840, somando 1439 crianças mortas nos dois primeiros anos de pandemia. A Região Nordeste concentra quase metade destes óbitos.

Os dados, recolhidos no Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM), foram analisados por Cristiano Boccolini e Patricia Boccolini, coordenadores do Observatório. A análise mostra que crianças de 29 dias a um ano de vida são as mais vulneráveis.

“Bebés nessa faixa etária respondem por quase metade dos óbitos registados entre crianças menores de cinco anos. É preciso celeridade para levar a proteção das vacinas a bebés e crianças, especialmente de seis meses a três anos. A cada dia que passamos sem vacina contra a Covid-19 para menores de cinco anos, o Brasil perde duas crianças”, mencionou Patricia.

Cristiano explica que os dados referem-se a óbitos infantis em que a Covid-19 foi registada como causa básica e àqueles em que a Covid-19 é uma das causas da morte, ou seja, a infeção agravou alguma condição de risco pré existente ou esteve associada à causa principal do óbito.

“Na análise do Observa Infância, consideramos também as mortes em que a Covid-19 agravou um quadro preexistente. Quer dizer, embora nem todas estas crianças tenham morrido de Covid-19, todas morreram com Covid-19”, esclareceu este pesquisador.

Dados preliminares divulgados pelo Boletim Epidemiológico do Ministério da Saúde do Brasil indicam que a média de duas mortes diárias se mantém este ano. Entre janeiro e 13 de junho de 2022, o Brasil contabilizou 291 mortes por Covid-19 entre crianças menores de cinco anos.

Nem todos os países registam os óbitos por Covid-19 com informações por faixa etária. Até junho de 2022, dados coletados pela Unicef em 91 países mostram que a Covid-19 foi a causa básica de óbito de 5376 crianças menores de cinco anos no mundo. O Brasil responde por cerca de uma em cada cinco destas mortes.

Ígor Lopes

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Cabo Verde: Orlando Dias apresenta Nova Carta Política para unir o MpD e a Nação

Cabo Verde: Orlando Dias apresenta Nova Carta Política para unir o MpD e a Nação

O candidato à presidência do MpD, Orlando Dias, iniciou 2023 com a apresentação de uma Nova Carta Política para unir…
Angola: UNITA promete mudanças na Lunda Norte

Angola: UNITA promete mudanças na Lunda Norte

O novo secretário provincial da UNITA na Lunda Norte, Francisco Cacoma, prometeu na terça-feira, 03 de janeiro, que vai adotar…
Moçambique: Presidente de Quelimane promete pagar 13º mês de 2022

Moçambique: Presidente de Quelimane promete pagar 13º mês de 2022

O Presidente do Município da Cidade de Quelimane, na Província da Zambézia, Manuel de Araújo, prometeu, na tarde de 4…
Timor-Leste: PIB não-petrolífero subiu 3,9% em 2022

Timor-Leste: PIB não-petrolífero subiu 3,9% em 2022

O Produto Interno Bruto (PIB) não-petrolífero de Timor-Leste cresceu 3,9% em 2022, de acordo com os dados provisórios do Ministério das Finanças. …