Brasil: País assume presidência do G20 e espera grandes decisões 

O Brasil assume, dentro de duas semanas, a presidência do G20, grupo que reúne as maiores economias do mundo. Serão 17 cidades escolhidas para a organização de reuniões ministeriais e técnicas. O governo de Lula da Silva coordenará 100 reuniões ministeriais e técnicas com os países membros, convidados e organizações internacionais, envolvendo os mais variados temas da agenda internacional. 

As primeiras reuniões das maiores economias do mundo vão ocorrer brevemente, em Brasília, no Palácio do Itamaraty, sede do Ministério de Relações Exteriores. Para os dias 11 e 12 de dezembro, está prevista a reunião com os principais negociadores da área política e, nos dias 14 e 15, a reunião dos vice-ministros das finanças. Durante a sua presidência, o governo brasileiro quer que o G20 encontre alianças para o combate global à fome, à pobreza e às mudanças climáticas.

A lista de cidades brasileiras incluídas é a seguinte: Brasília, Rio de Janeiro, Salvador, Manaus, São Paulo, Fortaleza, Foz de Iguaçu, Recife, Campinas, Maceió, Cuiabá, Belém, Santarém, Teresina, São Luís, Belo Horizonte e Porto Alegre.

De acordo com o cronograma, a linha financeira do grupo é considerada essencial para encontrar consenso na mobilização de recursos para responder a ambição política do evento. Assim, a ideia é propor uma convergência desde o começo entre as linhas políticas e financeiras, alocando recursos consoante as metas estabelecidas.

A primeira grande reunião ministerial ocorrerá nos dias 21 e 22 de fevereiro, no Rio de Janeiro. O ministro Mauro Vieira vai coordenar o encontro que contará com a presença do Secretário de Estado americano, Antony Blinken, com o ministro russo Sergey Lavrov e o homólogo chinês Wang Yi. Da agenda fazem parte os temas da guerra da Rússia contra a Ucrânia, conflito no Médio Oriente e no Cáucaso, entre outros. 

No segundo semestre, estão previstas 22 reuniões ministeriais, terminando, nos dias 18 e 19 de novembro, com a cúpula dos chefes de Estado e de governo do G20, no Rio de Janeiro.

Carlos Vasconcelos – Correspondente

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Acompanhar os que vivem nos lugares mais remotos dos Andes é um desafio no Peru

Acompanhar os que vivem nos lugares mais remotos dos Andes é um desafio no Peru

Na Diocese de Tacna e Moquegua, que cobre uma vasta área na região do Altiplano, entre os Andes e o…
Cabo Verde: Júlio Correia solicita desfiliação do PAICV

Cabo Verde: Júlio Correia solicita desfiliação do PAICV

O militante de longa data do Partido Africano da Independência de Cabo Verde, PAICV, Júlio Correia, solicitou a sua imediata…
Namíbia: Governo e UNICEF vão promover acesso gratuito à internet nas escolas

Namíbia: Governo e UNICEF vão promover acesso gratuito à internet nas escolas

Duas mil e duas escolas estão mapeadas para beneficiar do Projecto Giga do Fundo das Nações Unidas para Infância (UNICEF)…
Artista plástico Miranda Brito expõe "Tramitações de Vidas" até ao final do mês

Artista plástico Miranda Brito expõe "Tramitações de Vidas" até ao final do mês

O artista plástico Miranda Brito expõe, na Biblioteca Municipal de Setúbal, “Tramitações de Vidas”. A exposição, inaugurada no passado dia…