Brasil | Diplomacia

Brasil vai encerrar embaixadas e suprimir 138 postos no exterior

Itamaraty

É uma prática “rotineira”, explicou o Itamaraty (Ministério das Relações Exteriores brasileiro) sobre o encerramento de três embaixadas nas Caraíbas: Granada, São Cristóvão e Névis e São Vicente e Granadinas, assim como o regresso definitivo a Brasília de 138 funcionários no exterior, dos quais 84 diplomatas e 54 oficiais e assistentes de chancelaria.

Para além destas primeiras medidas, o Itamaraty poderá encerrar também as representações diplomáticas em Serra Leoa, Libéria e Líbia, assim como outras ainda em análise.

Segundo o Itamaraty é necessário adaptar e redimensionar a representatividade diplomática brasileira tendo em conta as realidades locais, tais como a dimensão ou inexistência de uma comunidade brasileira; pouca expressão do comércio bilateral; volume dos encargos financeiros da representação, entre outros critérios. Assim o Itamaraty pretende “adequar a rede de postos às necessidades da política externa e à realidade de recursos humanos do ministério”.

“As embaixadas e consulados continuarão a dispor dos meios necessários para o perfeito desempenho de todas as suas atribuições, entre as quais atender cidadãos brasileiros, promover empresas brasileiras e fortalecer as relações com os países onde se encontram”, precisou o gabinete de imprensa do Itamaraty.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo