Brasil

Candidato derrotado à presidência no Brasil ameaça processar Whatsapp nos EUA

O candidato derrotado nas eleições presidenciais no Brasil, Fernando Haddad, disse que poderá mover uma ação judicial nos EUA contra a plataforma Whatsapp. Haddad considera que foi penalizado durante a campanha eleitoral devido a uma massiva difusão de falsas notícias difundidas a partir da Whatsapp contra o candidato do PT.

Durante uma viagem aos Estados Unidos, para participar no lançamento da Internacional Progressista, “tentaremos explorar a possibilidade de entrar com uma ação judicial contra o  Whatsapp” nos EUA “na sede da empresa”, disse Fernando Haddad durante uma conferência de imprensa.

Para Fernando Haddad deste modo a Whatsapp terá de “prestar contas do fez” no Brasil “desconhecendo a jurisdição das autoridades brasileiras” em termos de transparência. Haddad diz que a Whatsapp recusa fornecer os macrodados “sobre a última semana antes primeiro turno” das eleições presidenciais no Brasil.

O candidato derrotado disse que pretende, com uma ação judicial “em solo americano” contra a Whatsapp, que a mesma situação “não se repita” no Brasil ou “noutro lugar do mundo”. Segundo Fernando Haddad “todos os especialistas” estimam que há na política “um mau uso das tecnologias da informação”.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo