Brasil

Coronavírus inibe atividades de entidade portuguesa recém-criada em Brasília

A comunidade portuguesa e lusodescendente em Brasília, capital do Brasil, conta com uma nova entidade de promoção da cultura lusitana no País. Trata-se da Associação Amigos da Praça Portugal em Brasília (APPB), que conta, atualmente, com 16 sócios fundadores e ainda não tem uma estrutura física.

Para conhecer a forma como a APPB pretende divulgar Portugal no Brasil, conversamos com João Manuel Ribeiro Coelho, presidente dessa Associação, que falou sobre como a pandemia está a “atrasar” o cronograma inicial de atividades da entidade. Este responsável foi eleito no final de fevereiro deste ano para o cargo.

por Ígor Lopes

 

Qual é o papel da Associação e quais são os seus objetivos?

Os objetivos são revitalizar, dinamizar e humanizar a Praça Portugal em Brasília, localizada nos Setor de Embaixadas Sul, ao lado da Embaixada de Portugal em Brasília.

Como a Associação lida com a comunidade portuguesa em Brasília?

A Associação, embora constituída, ainda está embrionária. Era para ter iniciado atividades junto com as comemorações dos 60 anos de Brasília, no dia 22 de abril deste ano, mas a pandemia do Covid-19 frustrou o projeto.

Que eventos e atividades promovem?

Ainda não promovemos nenhuma atividade. Esperamos fazê-lo quando voltarmos à normalidade. Realizaremos feiras, eventos, confraternizações, comemorações oficiais.

Mantêm alguma ligação com as autoridades locais e com as autoridades portuguesas na cidade?

Temos excelente relacionamento como o embaixador Jorge Cabral e com a maioria dos membros da Embaixada de Portugal.

Como vêem este momento de pandemia?

Estamos todos em distanciamento social, cumprindo as normas e protocolos de segurança, ansiosos para confraternizar quando tudo voltar à normalidade.

Como a pandemia afetou o cotidiano local?

O distanciamento social impede qualquer tipo de confraternização, a não ser à distância. A APPB acabou por suspender todas as atividades e projetos.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo