Covid-19: Brasil suspende contrato com Covaxin após acusações de corrupção

O Brasil vai suspender o contrato da vacina contra a covid-19 Covaxin da indiana Bharat Biotech depois de haver acusações de alegadas “graves irregularidades” que envolvem o presidente Jair Bolsonaro.

A suspensão do contrato de 324 milhões de dólares foi anunciada, nesta terça-feira, pelo Ministro da Saúde seguindo a orientação do controlador federal, CGU.

O acordo para comprar 20 milhões de doses da dose Covaxin da Bharat Biotech tornou-se uma dor de cabeça para o Bolsonaro que negou qualquer delito, alegando na passada segunda-feira que não tinha conhecimento de nenhuma irregularidade.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Moçambique: Chuvas matam três pessoas em Cabo Delgado

Moçambique: Chuvas matam três pessoas em Cabo Delgado

As chuvas intensas que caíram nos últimos dias, no distrito de Chiúre, região sul de Cabo Delgado, causaram a morte…
Cabo Verde: PR condena "actos violentos antidemocráticos" no Brasil

Cabo Verde: PR condena "actos violentos antidemocráticos" no Brasil

O Presidente da República de Cabo Verde, José Maria Neves, condenou neste domingo, 08 de janeiro, os “actos violentos antidemocráticos”…
Brasil: ONU condena tentativa de golpe contra a democracia brasileira

Brasil: ONU condena tentativa de golpe contra a democracia brasileira

A mais alta instância da diplomacia internacional emitiu um alerta sobre a crise vivida pelo Brasil. O secretário-geral da ONU,…
Cabo Verde: SINDPROF contra passagem automática dos alunos do 1º ao 4º ano

Cabo Verde: SINDPROF contra passagem automática dos alunos do 1º ao 4º ano

Lígia Herbert, Presidente do SINDPROF, reitera que “é urgente arrepiar caminhos e acabar com as passagens automáticas, para o bem…