Covid-19: Brasil suspende contrato com Covaxin após acusações de corrupção

O Brasil vai suspender o contrato da vacina contra a covid-19 Covaxin da indiana Bharat Biotech depois de haver acusações de alegadas “graves irregularidades” que envolvem o presidente Jair Bolsonaro.

A suspensão do contrato de 324 milhões de dólares foi anunciada, nesta terça-feira, pelo Ministro da Saúde seguindo a orientação do controlador federal, CGU.

O acordo para comprar 20 milhões de doses da dose Covaxin da Bharat Biotech tornou-se uma dor de cabeça para o Bolsonaro que negou qualquer delito, alegando na passada segunda-feira que não tinha conhecimento de nenhuma irregularidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: IESE diz que Covid-19 não foi principal causa de recessão do país

Moçambique: IESE diz que Covid-19 não foi principal causa de recessão do país

O Instituto de Estudos Sociais e Económicos (IESE) considera que a Covid-19 não foi a principal causa da recessão económica em Moçambique.…
Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Segundo uma nota do Gabinete de Comunicação da Presidência da República, citando o Decreto Presidencial, “é o Contra Almirante, Carlos…
Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

O Conselho de Ministros de Timor-Leste aprovou a elaboração do Plano de Urbanização de Díli. O objetivo é melhorar a…
Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

O ministro da Agricultura e Pescas de Angola, António Francisco de Assis, informou que foram aprovados mais de 15 mil…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin