Brasil

Embaixada e consulados de Portugal no Brasil atentos às necessidades da comunidade portuguesa

O ministro dos Negócios Estrangeiros de Portugal, Augusto Santos Silva, afirmou que os consulados de Portugal no Brasil, bem como a embaixada em Brasília, estão mobilizados para atender a comunidade portuguesa nesse país.

“Os cidadãos portugueses e as suas famílias podem contar com o apoio ininterrupto de Portugal, através da sua Embaixada em Brasília e Consulados. O apoio às comunidades portuguesas no estrangeiro e, claro, no Brasil, é da maior importância para o Governo de Portugal e, apesar de eventuais constrangimentos no atendimento presencial ao público, impostos localmente para fazer face à propagação do COVID-19, a rede consular está a funcionar no sentido de prestar o apoio devido aos portugueses”, disse o ministro em comunicado.

A rede diplomática de Portugal no mundo conta com 133 postos, dos quais 76 são embaixadas, 48 consulados e 9 representações e missões permanentes.

No Brasil, Portugal conta com uma embaixada em Brasília e consulados em Belém, Fortaleza, Recife, Salvador, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo, Curitiba e Porto Alegre.

O Brasil é o país com mais consulados honorários de Portugal, com 26, número que representa 10% do total mundial. O governo português informou que 36,28% dos consulados honorários de Portugal estão nas Américas, 30,09% na Europa, 17,70% na Ásia, 13,72% em África, e 2,21% na Oceânia.

 

Importância da diáspora

Há alguns dias, o Conselho das Comunidades Portuguesas (CCP) divulgou uma Moção na qual “aconselha ao Governo de Portugal, ao Presidente da República e a todos os órgãos de soberania uma rápida, serena, responsável e eficiente ação visando à proteção e o atendimento de todos, especialmente aos mais vulneráveis, de modo a suavizar o quanto possível os danos que serão sofridos”, tendo em vista “os efeitos da atual pandemia do COVID-19 e o quanto isso afetará Portugal, as suas comunidades no estrangeiro e todas as sociedades neste momento”.

A Secretária de Estado das Comunidades Portuguesas (SECP), Berta Nunes, ressaltou a necessidade de se ter atenção às orientações das autoridades do país de acolhimento.

“Aos portugueses residentes na América do Sul, assim como a todos os que residam noutras partes do globo, recomenda-se que cumpram escrupulosamente as recomendações das autoridades locais e que tomem as medidas de proteção adequadas. Aos que se encontrem de passagem, em virtude de viagens turísticas, de negócios ou por outras razões, o governo aconselha que efetuem, de forma urgente, esforços no sentido de antecipar o seu regresso a Portugal. Esta recomendação surge atendendo à enorme volatilidade da situação internacional no quadro do covid-19, com suspensões na atividade de múltiplas companhias aéreas”, sublinhou a Secretária de Estado.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo