Brasil

Nova rota da TAP entre Lisboa e Maceió promove mudanças na estrutura do aeroporto e no turismo dessa cidade brasileira

(C) e-Global

A anunciada conexão aérea da TAP Air Portugal entre Lisboa e Maceió está ser vista pelas autoridades brasileiras como uma forma importante de valorização e desenvolvimento do turismo no Brasil, principalmente no estado de Alagoas, no nordeste do País.

Segundo Rui Soares Palmeira, prefeito de Maceió, a decisão da TAP em operar três frequências de voo semanal direto entre Lisboa e Maceió é vista com muita importância por todo o setor do turismo da capital alagoana.

“A nova operação permite a expansão dos mercados emissores de turistas, resgata um relacionamento comercial positivo com os portugueses, que já existiu no passado, e fortalece possibilidades de investimentos tanto no turismo e nas diversas cadeias produtivas interligadas ao setor, um dos protagonistas da economia municipal, como noutros segmentos que contribuem para o desenvolvimento local”, sublinhou Rui Palmeira, que revelou que o seu município vem, há algum tempo, a estreitar contato com a aérea portuguesa no sentido de “efetivar essa conquista”.

“Nos últimos anos, o município, na Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL) e em reuniões com a diretoria da TAP no Brasil, já havia sinalizado algumas possibilidades neste sentido. O segmento comemorou a notícia do voo, porque demonstra a credibilidade de Maceió como um dos destinos brasileiros mais procurados”, reforçou Palmeira, que aproveitou para destacar que a sua cidade conta com toda a estrutura turística e aeroportuária para receber e acolher os passageiros provenientes dessa mesma rota.

“O aeroporto internacional Zumbi dos Palmares é um dos cinco mais bem avaliados do Brasil e é o primeiro do Nordeste, segundo pesquisa da Secretaria Nacional de Aviação Civil (SAC) divulgada em fevereiro deste ano. O aeroporto de Maceió, que se destaca entre os aeroportos do Brasil pela estrutura, mais oferta de serviços ao passageiro e eficiência no Raio-X, está localizado a 25 quilómetros do centro da cidade e tem capacidade para receber mais de cinco milhões de passageiros por ano. Esperamos que a TAP inicie as suas operações de forma satisfatória nesse aeroporto, que já está em fase de transição quanto à administração – assumirá a concessão a empresa espanhola Aena, que já estuda a realização de investimentos importantes na infraestrutura e nos serviços prestados no aeroporto. A expectativa é que a empresa seja uma grande parceira na ampliação de rotas, captação de novos voos e fortalecimento das operações já existentes. Com a nova administração, a Prefeitura espera desenvolver ações estratégicas cooperadas entre o poder público e o setor privado, com parcerias entre a Prefeitura de Maceió, Aena, TAP e diversos outros atores, para alavancar a demanda de passageiros para a capital alagoana com novos operadores, companhias aéreas, meios de hospedagem, serviços turísticos e outros setores económicos”, destacou o prefeito.

 

Reforço nos indicadores

Por sua vez, o secretário municipal de Turismo, Esporte e Lazer de Maceió, Jair Galvão, afirmou que essa nova conexão entre Brasil e Portugal, por meio de Maceió, irá possibilitar desenvolver o turismo na região.

“A partir da consolidação de uma conexão direta com o continente europeu, a capital alagoana ganhará um reforço importante nos indicadores relacionados ao turismo, tendo em vista o aumento do fluxo de visitantes na cidade e a reabertura de uma conectividade com um público estratégico para a promoção do destino Maceió no âmbito internacional. Com isso, a cadeia produtiva do setor deverá gerar novas oportunidades de negócios, emprego e renda, além de se aproximar ainda mais de um dos mercados considerados estratégicos para Maceió e toda a região, consolidado como um grande indutor de turistas para o Brasil”, mencionou Galvão, que disse considerar que “essa nova rota ajuda a estimular o crescimento qualificado da cidade e amplia o poder de atuação dos atores ligados ao turismo, um dos segmentos de maior destaque na economia municipal e estadual”, além de estimular “um caminho para experimentar novas iniciativas e fomentar uma interlocução ainda maior entre o setor público e a iniciativa privada, a fim de apresentar um avanço na oferta turística da cidade e receber ainda melhor nossos visitantes”.

 

Transformar o turismo

Ainda de acordo com a Secretaria Municipal de Turismo, Esporte e Lazer de Maceió, o turismo local será impactado positivamente.

“O turismo local deverá apresentar um avanço significativo em áreas determinantes para a consolidação do destino frente ao mercado europeu. Uma oportunidade de explorar novos caminhos e experimentar iniciativas conjuntas a fim de fidelizar os turistas e transformar a cidade em um dos pontos essenciais na rota do turismo internacional. A capital alagoana detém alguns dos principais indicadores no ranking de preferências dos turistas do Brasil e avança cada vez mais para ampliar esse alcance na preferência de turistas estrangeiros. A nova rota que surge agora com o voo Lisboa – Maceió representa o início de uma etapa que deverá transformar o turismo em Maceió e no estado, e impactar positivamente em várias frentes, desde a hotelaria, passando pelo setor de bares e restaurantes, diversos serviços ligados à cadeia produtiva do turismo e também o segmento de negócios e eventos, um dos setores que mais crescem no estado atualmente”.

 

Melhorar o aeroporto local

Informações do Instituto Brasileiro de Turismo (EMBRATUR) dão conta de que foram necessários avanços na estrutura do aeroporto internacional de Maceió para que a TAP decidisse realizar essa nova ligação, como a correção de uma antena, o que levou a empresa portuguesa a vislumbrar garantias de que os problemas seriam sanados.

“Estive reunido com o governo de Alagoas e com os diretores da TAP, na própria Embratur. Conseguimos facilitar um acordo excelente para o Brasil e para o Nordeste brasileiro. Maceió é uma das capitais mais bonitas do Brasil e tenho a certeza de que receberá um grande fluxo de turistas portugueses. (…) É um passo importante para aumentarmos o fluxo de turistas portugueses no Brasil. Atualmente, cerca de 150 mil visitam nosso País e existe capacidade para aumentar esse valor nos próximos anos”, concluiu Gilson Machado Neto, presidente da Embratur.

 

Novo modelo de avião

Contatada, a TAP informou que, “das rotas existentes para o mercado brasileiro, esta é a primeira vez em cinco anos que a companhia portuguesa anuncia uma nova rota”.

“Maceió, capital do Estado de Alagoas, no Nordeste, é a nova cidade do Brasil a receber, em 2020, os aviões de última geração da companhia portuguesa, tornando-se assim o 11º destino da TAP no Brasil. A rota para Maceió terá três frequências semanais. As saídas de Lisboa são às 17:15 com chegada ao destino brasileiro às 21:15, às quartas, sextas e domingos”, explicou a  TAP, que informou, ainda, que, para essa operação, será utilizada a aeronave modelo A321LR, que conta com níveis de economia e eficiência “imbatíveis”.

“Esta aeronave, o A321LR, a que costumo chamar Lisbon Range, é um verdadeiro game changer. A forma de viajar entre o Brasil e a Europa é agora mais moderna, eficiente e amiga do ambiente. Com a despedida dos aviões antigos, os voos de e para o Brasil passam a ser operados, em exclusivo, por aviões novos ou com interiores de cabina modernos, que permitem oferecer aos passageiros níveis elevados de conforto”, afirmou Antonoaldo Neves, CEO da TAP.

A companhia sugeriu que, com o reforço da rede no Brasil no próximo ano, a TAP passará a operar nesse mercado um total de 92 frequências semanais, mais 15 do que em 2015. Somente no Brasil, a TAP manteve a sua quota de mercado na ordem dos 26%, sendo a companhia europeia a oferecer mais rotas e a disponibilizar mais lugares. Somente em 2018, a TAP transportou 89% dos passageiros com voos diretos entre o Brasil e Portugal.

Com duração de pouco mais de 7 horas, as vendas para o novo voo, que é direto, tiveram início em 25 de novembro. A aeronave escolhida (A321) tem capacidade para transportar 171 passageiros.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo