Tribunal do Brasil suspende investigação sobre líder indígena que criticou Bolsonaro

Um juiz federal Frederico Viana suspendeu esta quarta-feira uma investigação policial contra uma importante líder indígena que tinha criticado a forma como o governo do presidente Jair Bolsonaro está a lidar com a crise do COVID-19, e que teve um impacto devastador sobre os povos indígenas.

O juiz brasileiro suspendeu a investigação a Sonia Guajajara, chefe da maior organização indígena do Brasil, a APIB, com a justificação de não haver indícios de que um crime tivesse sido cometido.

A investigação estava relacionada a uma série de documentários onde Guajajara denuncia o impacto letal da pandemia COVID-19 sobre os 850 mil indígenas brasileiros e acusa o governo de genocídio por não protegê-los.

O juiz disse ainda nos autos que o inquérito policial foi uma clara tentativa de coibir os trabalhos da APIB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *



Artigos relacionados

Estreia "Calígula morreu. Eu não" no D. Maria II, uma coprodução que junta Portugal e Espanha

Estreia "Calígula morreu. Eu não" no D. Maria II, uma coprodução que junta Portugal e Espanha

“Calígula morreu. Eu não“, espetáculo com encenação de Marco Paiva e texto da dramaturga espanhola Clàudia Cedó, chega à Sala…
Moçambique: Governo promete igualdade de género

Moçambique: Governo promete igualdade de género

O Governo moçambicano reiterou o compromisso de trabalhar para garantir a igualdade de género no país, em conjunto com todos os intervenientes sociais. O foco, disse,…
Deputado Paulo Porto dedica mensagem à diáspora portuguesa

Deputado Paulo Porto dedica mensagem à diáspora portuguesa

O deputado Paulo Porto, eleito pelo círculo de fora da Europa, gravou uma mensagem para a diáspora portuguesa em virtude…
Timor-Leste sofre subida de denúncias de violência de género

Timor-Leste sofre subida de denúncias de violência de género

Os casos de violência de género reportados à justiça quase duplicaram em Timor-Leste, tendo estas denúncias sido feitas em vários municípios. Isto acontece depois…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin