Brasil

Universidade de Lisboa oferece vagas para estudantes brasileiros

(C) Universidade de Lisboa

As cidades de Belo Horizonte e Rio de Janeiro, no Brasil, irão receber, neste mês de novembro, a visita do Reitor da Universidade de Lisboa, António Manuel da Cruz Serra, que pretende apresentar aos estudantes brasileiros as potencialidades dessa instituição de ensino portuguesa, além do programa de internacionalização que visa levar estudantes estrangeiros, especialmente do Brasil, para estudar em Lisboa. Em solo brasileiro, o professor António Serra estará acompanhado por representantes dessa universidade pública. O evento conta com entrada gratuita.

Em entrevista, António Serra contou que a Universidade de Lisboa está a oferecer mais de 1.500 vagas a estudantes internacionais, ao abrigo do Estatuto do Estudante Internacional, ressaltou que essas vagas estão distribuídas pelos vários cursos de graduação e pós-graduação que são oferecidos nas 18 escolas da instituição, reforçou o papel da Universidade no cenário mundial e europeu e destacou a grandiosidade do número de estudantes brasileiros no dia a dia da instituição. Este responsável sublinhou ainda que os cursos de Direito, Arquitetura, Design e Psicologia são os mais procurados, além de Medicina Dentária, Economia e Gestão, Relações Internacionais, Ciências da Comunicação e de Engenharia.

 

Quais serão as datas e os locais dos encontros?

– Belo Horizonte | 18 e 19 de novembro | 15h | Auditório da Academia Mineira de Letras, Rua da Bahia, 1466, Lourdes, Belo Horizonte;

– Rio de Janeiro | 21 e 22 de novembro | 15h | Salão do Real Gabinete Português de Leitura – Rua Luís de Camões, 30, Centro – Rio de Janeiro.

 

O que espera do evento no Brasil?

 O objetivo central destes eventos é apresentar a Universidade de Lisboa ao público brasileiro e, desta forma, reforçar a aposta da ULisboa na internacionalização, bem como intensificar os laços de cooperação já existentes, ao nível das Universidades e Institutos de Investigação brasileiros. Durante estas sessões serão apresentadas a oferta formativa da ULisboa, as suas condições de acesso e as iniciativas dirigidas aos estudantes pré-universitários, tais como o Verão na ULisboa, uma semana que permite aos estudantes a oportunidade de experimentarem o ritmo e o espírito da vida académica portuguesa na ULisboa, bem como a possibilidade de realizarem visitas guiadas personalizadas à Universidade e às suas Escolas.

 

Qual é a importância do mercado de estudantes de Belo Horizonte e Rio de Janeiro? Por que a escolha por estas duas cidades para realizar o evento? 

As cidades de Belo Horizonte e do Rio de Janeiro são importantes centros de ensino do Brasil com muitos candidatos de qualidade ao ensino superior que não conseguem colocação nas Universidades brasileiras. Esses estudantes merecem a oportunidade de cursarem um curso da sua eleição. A ULisboa disponibiliza vagas próprias para estudantes internacionais, cumprindo a sua missão de estar próxima da comunidade lusófona. Para a ULisboa, a presença de estudantes internacionais propícia um ambiente multicultural que permite a criação de redes interpessoais e de amizades que ficam para o resto das vidas dos seus estudantes. Favorece a modernização e a qualidade da oferta institucional, promovendo a internacionalização da instituição. A entrada em vigor do Estatuto do Estudante Internacional veio permitir que estudantes de um país fora da União Europeia, e que não tenham nacionalidade portuguesa, possam concorrer às Universidades portuguesas por essa via.

Esse mecanismo legal, aliado ao Protocolo firmado em 2015 entre a Universidade de Lisboa e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), vem facilitar o acesso de estudantes brasileiros à ULisboa, desde  que tenham concluído o ensino médio e realizado o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM).

 

Qual é valor do mercado brasileiro na realidade da Universidade?

O número de estudantes oriundos do Brasil é cada vez mais importante, representando cerca de 33% dos alunos estrangeiros a estudar em Portugal, num total de cerca de 46 mil inscritos no ano letivo 2018/19. Destes, cerca de 1.800 são estudantes em mobilidade ao abrigo de protocolos de cooperação, que vêm a Portugal para frequentar aulas durante um ou dois semestres. No que diz respeito à Universidade de Lisboa, temos inscritos 3.065 estudantes brasileiros, o que representa um terço do total dos nossos alunos estrangeiros de um total de mais de cerca de nove mil, oriundos de 106 países, o que representa cerca de 18% do total dos seus estudantes. A elevada procura de estudantes de outros países de língua oficial portuguesa para além do Brasil, a crescente atração de estudantes europeus dos programas Erasmus e a perceção muito positiva que estes levam consigo da experiência em Portugal são fatores importantes para o desenvolvimento da Universidade de Lisboa nos anos vindouros.

 

De que forma pretende apresentar a Universidade de Lisboa para os brasileiros? Que pontos pretende privilegiar?

O Ensino Superior Público em Portugal é hoje, genericamente, um ensino de grande qualidade, capaz de competir com o dos países referência a nível mundial. Os diplomas dos seus graduados são uma garantia de qualidade e um passaporte para a empregabilidade dos seus possuidores, que, desta forma, encontram trabalho nos mercados mais exigentes. Acresce que Lisboa é, neste momento, uma das grandes capitais europeias de cultura e ciência, sendo, sem dúvida, uma das prediletas tanto dos turistas como dos imigrantes que valorizam cada vez mais o clima, a segurança, a gastronomia, a beleza natural e arquitetónica, bem como as suas as ofertas culturais e de lazer. Com as suas 18 escolas, a ULisboa cobre todas as áreas do saber e lidera os rankings internacionais em Portugal, situando-se nos 100 primeiros lugares na generalidade dos mais reputados rankings internacionais das universidades europeias, confirmando, assim, o seu prestígio a nível mundial. Esta posição cria-lhe uma responsabilidade acrescida de contribuir para a construção de um mundo mais tolerante, sabedor e melhor.

 

Quantos estudantes brasileiros estão hoje na Universidade de Lisboa?

Cerca de três mil estudantes em cursos conferentes de grau, distribuídos por graduação (554), mestrado (1612), doutoramento (780), num total de cerca de nove mil estudantes estrangeiros. A estes acrescem os estudantes a frequentar cursos de especialização não conferentes de grau (265).

 

Por fim, que cursos contam com mais vagas?

Os cursos de Direito, Arquitetura, Design e Psicologia são os mais procurados, acompanhados de perto por Medicina Dentária, Economia e Gestão, Relações Internacionais, Ciências da Comunicação e de Engenharia. Dentro da Engenharia há especial procura na área da informática.

 

Os cursos que oferecem mais vagas são os seguintes:

Graduação ou Licenciatura:

Direito – 70 vagas;

Engenharia Informática e de Computadores – 34 vagas;

Línguas, Literaturas e Cultura – 20 vagas.

 

Licenciatura + Mestrado (Mestrado Integrado):

Engenharia Eletrotécnica e de Computadores – 44 vagas;

Arquitetura – 38 vagas;

Engenharia Mecânica – 34 vagas;

Ciências do Desporto – 29 vagas;

Engenharia Civil – 28 vagas;

Psicologia – 20 vagas.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo