Cabinda: Alto Conselho insiste para que Governo angolano promova negociações

O Alto Conselho de Cabinda (ACC) através de um comunicado reiterou a “sua manifesta vontade de ver” o Governo angolano aceitar e promover “negociações com a participação de todas as forças políticas, que reclamam o direito à autodeterminação do povo de Cabinda para, uma vez por todas, encontrar uma solução pacífica e duradoura ao problema”.

O Pastor Afonso Justino Waco, Coordenador da Comissão Política, Organização e porta-voz do ACC, que assina o documento, insiste que “o povo de ambos os territórios precisa de um desfecho airoso desse caso, que está, por pouco, a se tornar secular, pois é do conhecimento de todos que a indefinição e insegurança são os piores inimigos do desenvolvimento e do bem-estar das sociedades humanas”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: Renamo comenta "invenção da Frelimo" sobre Junta Militar

Moçambique: Renamo comenta "invenção da Frelimo" sobre Junta Militar

O secretário-geral da Renamo, André Mangibire, afirmou à “STV” que duvida da existência de um novo líder da Junta Militar…
Timor-Leste: Candidatos presidenciais assinam pacto da unidade nacional

Timor-Leste: Candidatos presidenciais assinam pacto da unidade nacional

A maioria dos candidatos presidenciais assinou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, o pacto da unidade nacional. O objetivo é assegurar a…
Cabo Verde: Brava anuncia formação gratuita em Marketing Digital

Cabo Verde: Brava anuncia formação gratuita em Marketing Digital

Já estão abertas as inscrições para uma formação gratuita em Marketing Digital na ilha da Brava, avança “A Nação”. Esta…
Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, assinou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, o pedido formal de adesão à União Europeia…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin