Cabinda: FLEC-FAC diz que o general Egídio de Sousa Santos “menospreza friamente a vida dos militares angolanos”

Reagindo às declarações do general António Egídio de Sousa Santos que considerou que em Cabinda existem “grupinhos” que teimam em desafiar a lei angolana”, mas que “são irrelevantes” e não representam uma ameaça militar real, a Frente de Libertação do Estado de Cabinda – Forças Armadas de Cabinda (FLEC-FAC) difundiu esta quinta-feira, 11 de Outubro, um comunicado em que acusa o general angolano de “desconhecimento total da situação militar em Cabinda”.

No mesmo documento, assinado pelo Inspector-geral da Defesa Nacional das FAC, General Zing Zong Júnior Sousa, a FLEC/FAC avança que “com enorme estupefacção, tomou conhecimento das declarações Chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas Angolanas (FAA) general António Egídio de Sousa Santos que demonstram o seu desconhecimento total da situação militar em Cabinda e menospreza friamente a vida dos militares angolanos morreram em combate em Cabinda”.

Para a guerrilha independentista cabindesa “as calúnias e falsas declarações do general António Egídio de Sousa Santos são habituais e bem conhecidas do público” por esse motivo o movimento cabindês “não necessita de emitir qualquer desmentido”.

“Indiferente aos delírios e divagações do general António Egídio de Sousa Santos a FLEC/FAC concluiu que os “grupinhos” que o Chefe do Estado-Maior General das FAA refere, são os “grupinhos” de militares angolanos que prosseguem em Cabinda as suas actividades de tráfico e corrupção”, lê-se no mesmo documento.

No comunicado a FLEC-FAC escreve que acredita “que o general António Egídio de Sousa Santos quando fez referência a Cabinda confundiu” o enclave “com outros territórios, também no exterior de Angola, onde as FAA estão a operar clandestinamente contrariando todas as convenções internacionais”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Afeganistão: Mulheres proibidas de viajar sem companhia de homens

Afeganistão: Mulheres proibidas de viajar sem companhia de homens

O regime talibã no Afeganistão lançou novas medidas, sendo estas, mais uma vez, contra a liberdade feminina. As mulheres são…
Revista de Imprensa Lusófona de 27 de dezembro de 2021

Revista de Imprensa Lusófona de 27 de dezembro de 2021

No Brasil “O Globo” refere que o “Partido de Bolsonaro ataca ditadura em curso de formação política para filiados e…
Cabo Verde: TACV retoma voos a 27 de dezembro

Cabo Verde: TACV retoma voos a 27 de dezembro

A companhia aérea TACV – Cabo Verde Airlines vai retomar os seus voos nesta segunda–feira, 27 de dezembro. As primeiras…
Angola vai receber mais USD 748 milhões do FMI

Angola vai receber mais USD 748 milhões do FMI

O Conselho Executivo do Fundo Monetário Internacional (FMI) concluiu a sexta revisão ao programa de ajustamento financeiro de Angola, segundo…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin