Cabinda: Movimento Independentista organiza vigília pela libertação de oito activistas

O Movimento Independentista de Cabinda (MIC) anunciou que no próximo Sábado, 1 de Fevereiro, vai realizar uma vigília pela “libertação incondicional” de oito “presos políticos” detidos em Dezembro de 2019. Na mesma ocasião o MIC vai exigir a realização de um referendo “pró-independência de Cabinda”. Intencionalmente a data escolhida pelo MIC coincide com o aniversário da assinatura do Tratado de Simulambuco.

Mantendo a posição de nunca solicitar uma autorização para levar a cabo em Cabinda qualquer actividade do Movimento, a direcção do MIC optou por, numa carta dirigida ao chefe de Estado angolano João Lourenço, com cópia ao comando provincial da Polícia Nacional, Governo Provincial, Assembleia Nacional, e aos partidos políticos, “pedir a protecção da polícia para manter a segurança e tranquilidade dos aderentes”, durante a vigília.

O MIC informou também que a vigília iniciará às 17:00 horas de 1 de Fevereiro junto ao antigo Cemitério do Zangoio, conhecido localmente como a Parada dos Fieis. Durante a vigília o Movimento Independentista vai exigir a libertação dos membros e simpatizantes da organização, Filipe Macaia Luemba, Pedro Massiala Conde, Joaquim Bety, Ruben Domingos, Francisco Barros Muanda, Alberto Puna Cibi, Gimi Muanda e Alberto Kibinda detidos a 10 de Dezembro de 2019 quando tentavam participar numa marcha pela realização de um referendo para Independência de Cabinda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Cabo Verde interessado em consolidar desenvolvimento sustentável com Portugal

Cabo Verde interessado em consolidar desenvolvimento sustentável com Portugal

O primeiro-ministro cabo-verdiano, Ulisses Correia e Silva, partilhou publicamente a vontade de consolidar o processo de desenvolvimento sustentável em Cabo…
Angola considera "excelentes" as relações com Portugal

Angola considera "excelentes" as relações com Portugal

O Ministério das Relações Exteriores de Angola afirma, através de uma nota de imprensa oficial, que as relações comerciais com…
Banco de Moçambique cancela registo de 15 operadores de microcrédito

Banco de Moçambique cancela registo de 15 operadores de microcrédito

O Banco de Moçambique decidiu cancelar o registo de 15 operadores de microcrédito. Estes passam a estar assim proibidos de…
Cabo Verde e Suíça decidem facilitar vistos de curta duração

Cabo Verde e Suíça decidem facilitar vistos de curta duração

Cabo Verde e Suíça acordaram que vão facilitar a emissão de vistos de curta duração, divulgou o Ministério dos Negócios…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin