Cabinda

Cabinda: Soldado angolano morto em confrontos com a FLEC na região de Inhuca

Um comando composto por 12 guerrilheiros da Frente de Libertação do Enclave de Cabinda (FLEC/FAC), durante um patrulhamento na área fronteiriça de Télé, a poucos quilómetros de Ngunga na região de Inhuca, foi alvo de uma emboscada perpetrada pelas Forças Armadas Angolanas (FAA). A acção provocou um “fogo intenso” que resultou na morte de um soldado angolano.

O confronto aconteceu por volta das 09:30 horas desta sexta-feira, 29 de Maio, na planície Kalombo, na periferia de Télé, confirmou o Comandante SL, aliás Silvestre Luemba, chefe adjunto do Estado Maior General das Forças Armadas de Cabinda (EMG/FAC) chefiado por Estanislau Boma na organização presidida por Alexandre Tati. O Comandante SL reconheceu que os combatentes independentistas foram “apanhados de surpresa”, mas que “reagiram com prontidão” não tendo a FLEC/FAC registado baixas entre os seus homens.

Para o chefe adjunto do EMG/FAC eram raras as operações das FAA destas características, mas “tornaram-se cada vez mais habituais com o grande reforço em homens, armamento e equipamento que o contingente angolano das FAA e da Polícia tem recebido em Cabinda, num suposto programas de protecção das fronteiras, que visa exclusivamente eliminar os independentista e capturar os lideres da FLEC”, disse o Comandante SL.

© e-Global Notícias em Português
1 Comentário

1 Comentário

  1. Lubendo

    30/05/2020 at 18:35

    A prendam Publicar os cadáveres ao em vez de postar fotos dos Militares com fotos feitos nos anos 70 nas notícias…

    Espere que continuem a ter sucesso nos vossos empenhos de contribuem na sabotagem da cauda de cabinda com calúnias ….

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo