FLEC-FAC acusa António Costa de permanecer “surdo-mudo” sobre a questão de Cabinda

A direcção política da FLEC-FAC afirma estar preocupada com o “silêncio ensurdecedor do primeiro-ministro português António Costa, que permanece surdo-mudo quanto à questão de Cabinda”.

Através de um comunicado assinado pelo Secretário para a Informação e Comunicação e porta-voz da organização independentista cabindesa, Jean Claude Nzita informa que a direcção política da FLEC-FAC denuncia “o comportamento vergonhoso do primeiro-ministro português António Costa, que se deixa manipular pelo regime do Presidente angolano João Lourenço quanto à questão de Cabinda. Lamentamos ver Portugal, um dos Estados membros da União Europeia, ajoelhar perante Angola, um Estado opressor”.

No mesmo documento a organização independentista cabindesa pede à classe política portuguesa que “quebre o silêncio quanto à luta do povo de Cabinda pelo direito à autodeterminação” e lança um “apelo solene” aos portugueses nascidos no território de Cabinda para que lutem com a organização “pela soberania e dignidade do povo cabindês”.

O Secretário para a Informação e Comunicação e porta-voz da FLEC-FAC refere ainda que: “apesar do beijo de Judas do Governo português ao povo de Cabinda, permanecemos sempre ligados a Portugal”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Cabo Verde tem mais de nove mil idosos a sofrer pobreza extrema

Cabo Verde tem mais de nove mil idosos a sofrer pobreza extrema

Os dados do Cadastro Social Único (CSU), divulgados pela Secretária de Estado para a Inclusão Social, Lídia Lima, indicam que…
Angola: BNA reduz taxa de juro base

Angola: BNA reduz taxa de juro base

O Comité de Política Monetária do Banco Nacional de Angola (BNA) reduziu a taxa de juro base em 0,5%. Esta passou…
ONU avisa sobre risco de conflito e mais pobreza no Afeganistão

ONU avisa sobre risco de conflito e mais pobreza no Afeganistão

O representante especial adjunto do secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU) para o Afeganistão, Markus Potzel, afirmou que a…
NATO considera anexação de territórios "a mais séria escalada" da guerra

NATO considera anexação de territórios "a mais séria escalada" da guerra

O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, afirmou nesta sexta-feira, 30 de setembro, que a anexação dos territórios ucranianos à Rússia representa…