FLEC propõe a António Guterres cimeira sobre a Paz em Cabinda e segurança regional

A Frente de Libertação do Estado de Cabinda (FLEC-FAC), por ocasião das celebrações do 75º aniversário da Organização das Nações Unidas (ONU) e realização 75ª sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas, apela ao secretário-geral da ONU António Guterres que “promova e impulsione a abertura de diálogo entre todas as partes, directamente e indirectamente, envolvida no conflito em Cabinda”.

Através de um comunicado que a e-Global teve acesso, Jean Claude Nzita, secretário responsável pela comunicação e informação da organização independentista, sugere ao secretário-geral da ONU que “viabilize a realização de uma Cimeira sobre a Paz em Cabinda e Segurança na região”.

Para a FLEC-FAC esta Cimeira “poderá decorrer em Brazzaville sob os auspícios do presidente Denis Sassou-Nguesso”, presidente em exercício da Conferência Internacional sobre a Região dos Grande Lagos (CIRGL).

“Deverá também ser parte activa e incontornável o presidente da República Democrática do Congo (RDC)”, Félix Tshisekedi que assume a função de segundo vice-presidente da União Africana (UA), bem como do Dr John Pombe Joseph Magufuli, presidente da SADC, e do presidente da República de Angola, João Lourenço, lê-se no mesmo documento.

A organização independentista acredita que esta Cimeira “poderá construir as bases e condições para que sejam estabelecidos contactos imediatos e diálogo entre o Governo Angolano e a FLEC-FAC”.

Por fim, o secretário responsável pela comunicação e informação da FLEC-FAC, Jean Claude Nzita, sublinha que a resistência cabindesa permanece “receptiva às iniciativas do secretário-geral da ONU António Guterres”, e lembra que a FLEC-FAC respondeu “positivamente” ao “apelo de cessar-fogo durante o período da problemática crise sanitária mundial”, lançado por António Guterres.

One Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Cabo Verde: Tribunais resolveram cerca de 32 mil processos em 2021

Cabo Verde: Tribunais resolveram cerca de 32 mil processos em 2021

O Procurador-Geral da República de Cabo Verde, José Landim, divulgou que os tribunais do país resolveram cerca de 32 mil processos…
Moçambique: INSS e Justiça debatem impacto da dívida de contribuintes

Moçambique: INSS e Justiça debatem impacto da dívida de contribuintes

O Instituto Nacional de Segurança Social (INSS), os órgãos da administração da Justiça e os empregadores e os sindicatos da…
Timor-Leste: Governo já executou 36,5% do OGE de 2022

Timor-Leste: Governo já executou 36,5% do OGE de 2022

O Governo de Timor-Leste já executou, nos primeiros noves meses deste ano, 36,5% do Orçamento Geral do Estado (OGE) retificativo aprovado para…
STP: MLSTP acredita na vitória nas eleições

STP: MLSTP acredita na vitória nas eleições

O Presidente do Movimento de Libertação de São Tomé e Príncipe/Partido Social Democrata (MLSTP/PSD) Jorge Bom Jesus, acredita numa “vitória”…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin