Cabo Verde: Lídia Lima declara que mais de 9 mil são idosos e vivem em situação de pobreza extrema

Segundo Lídia Lima, Secretária de Estado da Inclusão Social que presidiu a abertura da Semana da Pessoa Idosa em São Vicente, o Cadastro Social Único em que estão registadas mais de 32.600 pessoas de todo o país, indica que, mais de 9 mil são idosos vivem em situação de pobreza extrema, 8 mil idosos que vivem na pobreza e 8 mil em situação de vulnerabilidade.

E especificamente no caso de São Vicente, a Secretária de Estado da Inclusão Social declarou que estão registados no CSU mais de 4 mil idosos, sendo que 584 estão a viver em situação de extrema pobreza, mil a viver na pobreza e 1300 em situação de vulnerabilidade.

Dados estes que “o Governo de Cabo Verde assume a sua responsabilidade. É por isso que, entre outras medidas, o Governo criou o Plano Nacional de Cuidados, que consiste na formação de cuidadores para prestarem melhor serviço aos nossos idosos” afirmou.

É de referir que a “Semana da Pessoa Idosa”, foi promovida pelo Ministério da Família, Inclusão e Desenvolvimento Social, MFIDS, através da Direção-Geral da Inclusão Social em parceria com as Câmaras Municipais, que decorre de 26 de setembro à 1 de outubro sob o lema “A proteção social da pessoa idosa: envelhecer com dignidade” e conta com a participação das pessoas idosas, instituições públicas e de solidariedade, sociedade civil e privadas.

De acordo com Lídia Lima o “objetivo é melhorar os serviços de cuidados para a terceira idade, e também a questão da participação da contribuição das pessoas idosas no processo de desenvolvimento da sociedade. Temos de promover espaços de capacitação das pessoas idosas, no sentido de ajudá-las a participar efetivamente no desenvolvimento das suas sociedades. Isso é de extrema importância”.

As atividades da celebração da “Semana da Pessoa Idosa” serão realizadas em formato de participação conjunta e descentralizada com as Câmaras Municipais, ONGs, Associações Comunitárias e Entidades Religiosas. Visto que que o MFIDS quer promover uma reflexão sobre a proteção, a todos os níveis da pessoa idosa na sociedade, enquanto direito desta camada da população, com a finalidade de garantir um envelhecimento saudável.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Estudo indica que técnicas de Machine Learning permitem a diminuição de falsas previsões de crises de epilepsia

Estudo indica que técnicas de Machine Learning permitem a diminuição de falsas previsões de crises de epilepsia

Um estudo liderado pelo Departamento de Engenharia Informática (DEI) da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC)…
Tanzânia quer apostar no ensino profissional para reduzir desemprego e aumentar o crescimento económico

Tanzânia quer apostar no ensino profissional para reduzir desemprego e aumentar o crescimento económico

Com objectivo de diminuir lacunas de habilidades e promover o crescimento económico, a Tanzânia pretende construir, nos próximos anos e…
Acompanhar os que vivem nos lugares mais remotos dos Andes é um desafio no Peru

Acompanhar os que vivem nos lugares mais remotos dos Andes é um desafio no Peru

Na Diocese de Tacna e Moquegua, que cobre uma vasta área na região do Altiplano, entre os Andes e o…
Cabo Verde: Júlio Correia solicita desfiliação do PAICV

Cabo Verde: Júlio Correia solicita desfiliação do PAICV

O militante de longa data do Partido Africano da Independência de Cabo Verde, PAICV, Júlio Correia, solicitou a sua imediata…