Cabo Verde: Lídia Lima declara que mais de 9 mil são idosos e vivem em situação de pobreza extrema

Segundo Lídia Lima, Secretária de Estado da Inclusão Social que presidiu a abertura da Semana da Pessoa Idosa em São Vicente, o Cadastro Social Único em que estão registadas mais de 32.600 pessoas de todo o país, indica que, mais de 9 mil são idosos vivem em situação de pobreza extrema, 8 mil idosos que vivem na pobreza e 8 mil em situação de vulnerabilidade.

E especificamente no caso de São Vicente, a Secretária de Estado da Inclusão Social declarou que estão registados no CSU mais de 4 mil idosos, sendo que 584 estão a viver em situação de extrema pobreza, mil a viver na pobreza e 1300 em situação de vulnerabilidade.

Dados estes que “o Governo de Cabo Verde assume a sua responsabilidade. É por isso que, entre outras medidas, o Governo criou o Plano Nacional de Cuidados, que consiste na formação de cuidadores para prestarem melhor serviço aos nossos idosos” afirmou.

É de referir que a “Semana da Pessoa Idosa”, foi promovida pelo Ministério da Família, Inclusão e Desenvolvimento Social, MFIDS, através da Direção-Geral da Inclusão Social em parceria com as Câmaras Municipais, que decorre de 26 de setembro à 1 de outubro sob o lema “A proteção social da pessoa idosa: envelhecer com dignidade” e conta com a participação das pessoas idosas, instituições públicas e de solidariedade, sociedade civil e privadas.

De acordo com Lídia Lima o “objetivo é melhorar os serviços de cuidados para a terceira idade, e também a questão da participação da contribuição das pessoas idosas no processo de desenvolvimento da sociedade. Temos de promover espaços de capacitação das pessoas idosas, no sentido de ajudá-las a participar efetivamente no desenvolvimento das suas sociedades. Isso é de extrema importância”.

As atividades da celebração da “Semana da Pessoa Idosa” serão realizadas em formato de participação conjunta e descentralizada com as Câmaras Municipais, ONGs, Associações Comunitárias e Entidades Religiosas. Visto que que o MFIDS quer promover uma reflexão sobre a proteção, a todos os níveis da pessoa idosa na sociedade, enquanto direito desta camada da população, com a finalidade de garantir um envelhecimento saudável.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Guiné Equatorial: Vice-presidente acusa Espanha de "humilhar" o país

Guiné Equatorial: Vice-presidente acusa Espanha de "humilhar" o país

O vice-presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Nguema Obiang, acusa a Espanha de “humilhar” e “desacreditar” o país depois de a…
Moçambique: Operação "Vulcão IV" decorre no distrito de Macomia

Moçambique: Operação "Vulcão IV" decorre no distrito de Macomia

As Forças Armadas de Defesa de Moçambique (FADM) informaram nesta terça-feira, 03 de janeiro, que está em curso a Operação…
Timor-Leste: Taxa de execução do OGE 2022 foi de 78,75%

Timor-Leste: Taxa de execução do OGE 2022 foi de 78,75%

O Governo de Timor-Leste executou em 2022 cerca de 78,75% do valor total do Orçamento Geral do Estado (OGE) desse…
Moçambique: Atraso de salários gera greve no município de Nacala

Moçambique: Atraso de salários gera greve no município de Nacala

Mais de setecentos funcionários e agentes do Estado afetos ao Conselho autárquico de Nacala, na província de Nampula, encontram-se em…