Cabo Verde: BCV não prevê aumento nas taxas de juro até março

O governador do Banco de Cabo Verde (BCV), Óscar Santos, anunciou nesta quarta-feira, 29 de dezembro, que o banco “não prevê qualquer aumento das taxas de juros” pelo menos até março de 2022. Nesse mês será publicado o relatório da política monetária.

A informação foi avançada durante uma entrevista dada à “Inforpress”, onde o visado acrescentou que a nível internacional já existem sinais de alguns bancos centrais que aumentaram e que estão a aumentar as taxas de juros em 2021 e 2022.

Quanto a Cabo Verde, frisou, está a ocorrer a contenção do aumento dos juros, à semelhança do que acontece na Europa.

“Na zona Euro as indicações do Banco Central Europeu (BCE) é que não se prevê aumentar a taxa em 2022. O BCV também não prevê aumentar as taxas pelos menos até março, altura em que publicaremos o relatório da Política monetária com as previsões para os próximos meses”, concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Angola: Governo aprova criação do Fundo Nacional de Emprego

Angola: Governo aprova criação do Fundo Nacional de Emprego

O Governo angolano decidiu aprovar a criação do Fundo Nacional de Emprego em Angola (FUNEA), que já tem disponíveis 25…
Cabo Verde: Governo quer alargar pensão social a idosos e deficientes

Cabo Verde: Governo quer alargar pensão social a idosos e deficientes

O ministro da Família, Inclusão e Desenvolvimento Social de Cabo Verde, Fernando Elísio Freire, informou que o Governo cabo-verdiano quer…
Moçambique: Cerca de sete mil famílias quase passam fome em Sofala

Moçambique: Cerca de sete mil famílias quase passam fome em Sofala

São cerca de sete mil as famílias que estão à beira da fome no distrito de Marromeu, localizado na província de Sofala. …
Direito de Resposta: “Guiné-Bissau: Privado de tratamentos Júlio Nhaté está em estado crítico”

Direito de Resposta: “Guiné-Bissau: Privado de tratamentos Júlio Nhaté está em estado crítico”

Caros leitores, Junta-se em baixo o exercício de resposta por parte do Escritório do Coordenador residente do Sistema das Nações…