Cabo Verde: Censo mostra que país perdeu população residente e que há mais homens que mulheres

Os resultados preliminares do quinto Recenseamento Geral da População e Habitação, RGPH-2021, indicam que Cabo Verde possui menos população do que em 2010 e relativamente ao género, há mais homens do que mulheres, com 243.047 homens e 240.581 mulheres no país. Os resultados revelam que nas ilhas de São Nicolau, Santo Antão, Boa Vista, e Brava há mais homens do que mulheres.

“No censo de 2010, o número de mulheres era superior ao número dos homens. Neste censo, nós constatamos, a nível nacional, que o número de mulheres é inferior ao número de homens, com exceção dos concelhos da ilha de Santiago onde o número de mulheres é superior”, pode-se ler.

Segundo os dados, a população residente no arquipélago caiu para 483.628 habitantes, menos 1,6 % face ao recenseamento de 2010, que era de 491.683. Os resultados definitivos do censo 2021 estão previstos para finais de dezembro deste ano ou início de janeiro de 2022.

O quinto Recenseamento Geral da População e Habitação, a maior operação estatística do arquipélago, ao envolver cerca de 2.000 profissionais, decorreu no terreno, com a recolha de dados totalmente em formato digital, de 16 de junho a 07 de julho.

O RGPH-2021 fez uma recolha de dados em alojamentos familiares e coletivos, hotéis, estabelecimentos turísticos, hospitais, estabelecimentos prisionais e quartéis, incluindo ainda pessoas sem-abrigo.

Os dados apontam para a existência de 200.979 alojamentos, sendo 152.288 no meio urbano e 48.691 no meio rural. Em Cabo Verde, atualmente, os dados revelam que há 150.016 edifícios, sendo 104 673 edifícios clássicos, 41.488 não concluídos, 848 edifícios de alojamento coletivo, fábrica, entre outros, e 2.977 edifícios não clássicos, como barracas, casa de bidão, contentores, entre outros.

Para a realização desta operação, Cabo Verde contou com apoios financeiros e técnicos do Brasil, da Cooperação Espanhola, da Cooperação Luxemburguesa, da União Europeia e do escritório conjunto do PNUD, Unicef e FNUAP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: IESE diz que Covid-19 não foi principal causa de recessão do país

Moçambique: IESE diz que Covid-19 não foi principal causa de recessão do país

O Instituto de Estudos Sociais e Económicos (IESE) considera que a Covid-19 não foi a principal causa da recessão económica em Moçambique.…
Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Guiné-Bissau: Presidente exonera Chefe de Estado-maior da armada e vice do Exército

Segundo uma nota do Gabinete de Comunicação da Presidência da República, citando o Decreto Presidencial, “é o Contra Almirante, Carlos…
Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

Timor-Leste: Elaboração do Plano de Urbanização de Díli aprovada

O Conselho de Ministros de Timor-Leste aprovou a elaboração do Plano de Urbanização de Díli. O objetivo é melhorar a…
Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

Angola: Governo aprova mais de 15 mil milhões de kwanzas para Agricultura e Pescas

O ministro da Agricultura e Pescas de Angola, António Francisco de Assis, informou que foram aprovados mais de 15 mil…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin